Realme 7 e 7 Pro chegam ao Brasil custando a partir de R$ 2.299

2 min de leitura
Imagem de: Realme 7 e 7 Pro chegam ao Brasil custando a partir de R$ 2.299
Avatar do autor

Equipe TecMundo

@tec_mundo

A Realme acaba de lançar sua primeira dupla de smartphones no mercado brasileiro: Realme 7 e 7 Pro. Em evento transmitido ao vivo pelo YouTube, a marca destacou qualidades dos aparelhos, como carregamento super-rápido de até 65W e câmeras de alto desempenho em zoom e fotografia noturna. Lançados no mercado internacional em setembro, os modelos querem ser os aparelhos com "carregamento mais rápido do Brasil".

Opção padrão da série, o Realme 7 tem processador MediaTek Helio G95, tela com taxa de atualização de 90 Hz, bateria de 5.000 mAh e carregador de 30W, fornecendo mais de 1 mês de funcionamento em standby. Outros destaques do celular voltado para jogos são o sensor Sony de 64 MP da câmera traseira e a câmera de selfie de 16 MP. O modelo será vendido em duas cores no Brasil: azul e prata com tratamento antirreflexo na traseira.

Os celulares da Série 7 serão os primeiros da marca lançados no Brasil.Celulares da Série 7 serão os primeiros da marca a serem lançados no Brasil.Fonte:  Twitter/Realme 

Já o Realme 7 Pro conta com chipset Snapdragon 720G, tela Super AMOLED de 6,4 polegadas, novos filtros e recursos diferenciados para o conjunto quádruplo de câmera traseira e de lente frontal de 32 MP. A bateria tem 4.500 mAh de capacidade e pode ser 100% recarregada em 34 minutos, segundo a empresa. Esse modelo chega ao mercado nacional nas mesmas duas cores do Realme 7.

Realme Watch S e Realme Buds Q

Outro produto que chega ao Brasil é o relógio inteligente Watch S da Realme, que terá tela circular de 1,3 polegada com controle de brilho automático, monitoramento do coração e do nível de oxigênio no sangue, entre outras funções. E a marca vai disponibilizar mais de 100 "papéis de parede" gratuitos para o dispositivo.

A carcaça do relógio é feita de uma liga de alumínio resistente, mas leve. A pulseira deverá prezar pelo conforto, permitindo que o usuário durma com o aparelho, e a bateria chegará a 390 mAh com autonomia para até 15 dias de uso. O modelo também conseguirá rastrear atividades físicas de 16 modalidades.

Também apresentado aos consumidores brasileiros no evento, o fone Realme Buds Q foi desenhado por José Lévy, designer da Hermès, para caber perfeitamente nos ouvidos, conforme a companhia. Outro destaque é a leveza (3,6 gramas em cada fone), garantindo maior conforto. A marca afirma que a bateria dará conta de 20 horas de reprodução de música sem fio.

Preços e disponibilidade

O Realme 7 Pro será comercializado no Brasil por R$ 2.799 em única versão, com 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. O Realme 7, que tem algumas especificações inferiores, sairá por R$ 2.299, também com 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento.

O relógio Watch S vai custar R$ 699 e o fone de ouvido sem fio Buds Q, R$ 229.

Os quatro produtos estarão em pré-venda pela internet nas Lojas Americanas e no Submarino a partir de hoje (07). Até o dia 14 deste mês, os compradores terão 10% de cashback na compra de qualquer um dos modelos.

Foco nos jovens

Segundo os executivos brasileiros da marca, o objetivo na Realme é "desenvolver os melhores produtos com qualidade e preços mais acessíveis para os jovens". Não apresentação, falou-se muito em design e utilidade: com Realme 7 e 7 Pro, além de futuros modelos, a marca quer se estabelecer no top 3 de fabricantes de celular mais populares do país. Eventualmente, a Realme pretende fabricar seus produtos localmente.

Imagem: Smartphone Realme 7, 128GB
Imagem: Tecmundo Recomenda

Smartphone Realme 7, 128GB

O Realme 7 chegou com câmera quadrupla prometendo fotos profissionais, tela em Full HD+ de 6,5 polegadas, 8GB de RAM e bateria de 5000 mAh.

Realme 7 e 7 Pro chegam ao Brasil custando a partir de R$ 2.299