Huawei Mate 40 Pro: lindo e futurista, mas sem apps Google

2 min de leitura
Imagem de: Huawei Mate 40 Pro: lindo e futurista, mas sem apps Google
Imagem: CNET/Andrew Hoyle /Reprodução
Avatar do autor

A Huawei mostra com quantos problemas se faz um celular lindo e caro: o Huawei Mate 40 Pro chega ao mercado europeu nesta quinta a 1.199 euros (aproximadamente R$ 7.950) com configurações de flasgship, mas sem Google.

O Huawei Mate 40 Pro mantém a tela OLED do Mate 30 Pro, com extremidades muito curvas mas comportando na lateral os controles de volume e liga/desliga (botões virtuais também estão disponíveis). O display de 6,76 polegadas traz uma resolução de 2772 x 1344 pixels, com densidade de 456 dpi. A taxa de atualização é de 90 Hz.

.  CNET/Andrew Hoyle/Reprodução

Com relação ao áudio, alto-falantes estéreo entregam uma combinação de áudio 3D e vibração do motor linear.

O Huawei Mate 40 Pro traz o "Space-Ring", um módulo triplo com sensor principal de 50 megapixels (a "Câmera Ultra Vision"), com abertura de f / 1.9; sensor ultra grande angular de 20 megapixels f / 1.8; e teleobjetiva de 12 megapixels f / 3.4, com OIS e capaz de produzir zoom ótico 5x e digital 50x.

A câmera frontal, acomodada em um furo duplo, tem 13 megapixels, com abertura f / 2.4 e um sensor 3D para dados de profundidade. Um dos recursos mais interessantes é o Tracking Shot, que fixa o foco no objeto a ser fotografado, mesmo que o usuário troque as lentes ou dê zoom.

No quesito vídeo, o celular traz o modo de foco de áudio, atenuando o ruído ambiente, e zoom de áudio, para direcionar e amplificar o áudio assunto da gravação.

.  CNET/Andrew Hoyle/Reprodução

O processador é um Kirin 9000, com quatro núcleos Cortex-A77 (um deles com clock de 3,13 GHz), e quatro núcleos A55. O GPU é um Mali-G78 com 24 núcleos. A bateria, de 4.400 mAh, tem carregamento rápido via Wireless SuperCharge em 50W e Wired SuperCharge em 66W.

A resposta de como a Huawei se viraria sem o Google Mobile Services atende pelo nome de Petal Search. Para usar um smartphone sem GMS é preciso instalar os aplicativos via APK; o Petal Search notifica o usuário quando alguma atualização estiver disponível, em vez de o usuário fazer isso manualmente.

.  GSMArena/Reprodução

Família Huawei Mate 40

Além da versão Pro do aparelho, a Huawei também anunciou a chegada do Mate 40 Pro+, com 12 GB de RAM e 256 de armazenamento interno por 1.400 euros. Os demais membros da nova linha incluem ainda o Huawei Mate 40, por 900 euros, e o Porsche Design Huawei Mate 40, que custa 2.300 euros.

Os preços correspondem à venda na Europa, mas ainda não uma data oficial de chegada dos smartphones às lojas.

Huawei Mate 40 Pro: lindo e futurista, mas sem apps Google