Touch ID sob tela do iPhone seria maior e intuitivo, sugere patente

1 min de leitura
Imagem de: Touch ID sob tela do iPhone seria maior e intuitivo, sugere patente
Imagem: Patently Apple/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Apple recebeu nesta terça (8) uma nova patente relacionada ao leitor de impressão digital Touch ID sob a tela do iPhone. Registrada em 2018 e publicada pelo Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos, a patente de número 10.768.751 foi relatada pelo Patently Apple, que no passado identificou outras quatro patentes do tipo concedidas à empresa.

Esta poderia ser a alternativa da Apple para remover o recorte do leitor facial Face ID e, então, criar um smartphone com melhor aproveitamento de tela. Por se tratar de uma patente, isso não significa que a Apple tenha planos de lançar um produto do tipo no futuro próximo.

Patente da Apple para 'Touch ID' sob a tela de um dispositivo.Patente da Apple para 'Touch ID' sob a tela de um dispositivo.Fonte:  Patently Apple/Reprodução 

Com a pandemia de coronavírus (Sars-Cov-2), o leitor biométrico sob a tela resolveria o problema do Face ID de não reconhecer o rosto dos usuários para fazer o desbloqueio e autenticações, por exemplo.

A patente indica, ainda, que a tecnologia cobre dispositivos como o iPhone, iPad, Apple Watch e MacBook. Ela relaciona que é necessário ter um sensor óptico de imagem, circuito de detecção e camadas de metalização acima disto.

Maior área, mais agilidade

Um aspecto importante da nova patente é a área projetada para o funcionamento da leitura biométrica. No lugar de estar posicionada em apenas um local específico, como no botão 'Início', o sensor abrangeria uma maior parte da tela.

Assim, o reconhecimento de impressões digitais aconteceria de forma mais fluida no desbloqueio do dispositivo. Além disso, também poderia melhorar a experiência na autenticação de aplicativos, já que o usuário não precisaria reposicionar o seu dedo.

Seria o caso, por exemplo, do usuário estar navegando em um aplicativo, como de um banco, e a sua impressão digital ser lida enquanto ele utiliza o celular normalmente.

Touch ID sob tela do iPhone seria maior e intuitivo, sugere patente