LG K41S: quanto mais barato melhor [Review]

5 min de leitura
Imagem de: LG K41S: quanto mais barato melhor [Review]
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O novo celular de entrada da linha 'LG K' 2020 trouxe uma boa repaginada para a família. Agora, cada vez mais parecido com os modelos mais caros, o LG K41S tem como grande diferencial o uso de quatro câmeras na traseira.

Prós
  • Conjunto de câmeras razoável e versátil
  • Visual bonito
  • Bateria com boa autonomia
Contras
  • Armazenamento interno limitado
  • Sistema operacional de 2018 e sem previsão de atualização
  • Não há muita fluidez para navegar ou jogar games pesados

Sabemos que a faixa dos mil reais é disputada, e esse modelo foi lançado por R$ 1.299. Mas, agora que já é encontrado um pouco abaixo disso, contamos para vocês se o novo dispositivo da LG supera o antecessor K40S e outros concorrentes.

Visual, tela e multimídia

Nessa nova geração, o modelo mais básico da LG possui a maioria das características dos outros. Visualmente falando, o K41S é bem bonito, discreto e com acabamento também arredondado. De costas, todos os três parecem o mesmo dispositivo.

Não que isso seja ruim. O design é um dos pontos mais legais desta geração da linha LG K. Ele possui entrada de 3,5 mm (P2) e um botão para o Google Assistente junto dos de volume. Eu desativei o atalho por apertá-lo quase sempre sem querer.

Ele também tem acabamento em plástico e o conjunto de câmeras na horizontal logo acima do leitor biométrico. Suas duas cores, preto e titânio, também são discretas. Um ponto bom é a certificação de resistência militar (MIL-STD-810G), embora ele não seja protegido contra água.

O K41S é um celular grande e pesa quase 200 gramas. O tamanho também é refletido na tela, que possui 6,5 polegadas e ocupa boa parte da frontal. Mas, no lugar de usar um furo para a câmera de selfies, ela tem um entalhe em forma de gota.

LG K41S

Essa tela é boa para jogar, tem cores vibrantes e brilho ótimo para lugares internos. Para assistir vídeos ou filmes ela também faz um bom papel para a faixa, ainda que sua resolução seja limitada (HD+).

Um ponto não muito legal é que ela exibe uma faixa preta lá no topo, dependendo do conteúdo. Mas, por outro lado, o celular ainda possui suporte à DTS:X 3D, que simula um ambiente de áudio mais envolvente. O resultado fica mais claro com fones de ouvido de alta qualidade.

Desempenho, software e bateria

Desempenho não é o ponto principal do K41S, que traz o processador MediaTek Helio P22 e 3 GB de RAM. Ele ainda conta com 32 GB de armazenamento, suporte para cartão microSD de até 2TB e dois chips de operadora, o que é relativamente confortável.

O celular roda Android 9, mas sem data de atualização divulgada para o Android 10. O lado bom é que sua interface não é poluída e tem ótimo visual. Agora, além de mais discreta, ela possui opções mais claras e um modo escuro. Mas ainda existe o velho bloatware, com alguns apps e jogos que realmente não são necessários.

Rolou um pouco de atraso na navegação e os aplicativos não abrem de forma instantânea. Essa é uma característica de celulares de entrada que é preciso citar, embora ele não tenha demonstrado travamentos ou fechamentos inesperados.

Eu consegui jogar games como Free Fire, Asphalt e Call of Duty com gráficos reduzidos e jogabilidade razoável. Menos quando há muita movimentação, aí ele pode apresentar algumas engasgadas.

A bateria do modelo também possui 4.000 mAh, como seus irmãos. Senti mais facilidade em conseguir autonomia para um dia cheio em uso intenso, e em uso moderado também consegui médias de um dia e meio.

O tempo para o carregamento da sua bateria foi de 2h, pouca coisa a mais que o K51S, apesar do carregador ser o mesmo. Já a descarga média assistindo vídeos por streaming é de -11% por hora.

Câmeras

Por se tratar de um celular de entrada, ainda que de uma linha intermediária, o K41S tem algumas limitações. Mas, em câmeras, ele também apresenta quatro sensores. O principal tem 13 MP e é acompanhado de uma lente grande angular de 5 MP.

Suas outras duas câmeras também possuem 2 MP e são usadas para fotos macro e com efeito de profundidade. A macro é a mais fraquinha e para fotos ocasionais. Já a segunda ajuda no 'modo retrato', mas as imagens ainda apresentam imperfeições claras no recorte.

Em situações ideais de luz, as fotos clicadas com ele ficam com cores vivas, contraste perceptível e com nível razoável de detalhes. Especialmente na câmera principal, o aparelho faz um trabalho bom na casa dos mil reais.

LG K41S

A lente de ângulo aberto tem as mesmas especificações do K51S. Ela faz fotos razoáveis e tende a saturar as cores com o HDR. Sem ele, as fotos perdem brilho e saturação.

Aliás, outro ponto não muito positivo para suas câmeras é o desempenho em cenários internos ou noturnos. As fotos perdem bastante nitidez, as cores ficam borradas e o foco tende a demorar mais. Também faz falta um modo de fotos noturnas, aqui.

Em relação ao K40S, o novo K41S teve um downgrade na câmera de selfies. Ela foi de 13 MP para 8 MP, o que de certa forma impacta na qualidade final. O celular ainda mantém o uso de inteligência artificial para aplicar correções, o que permite fazer fotos boas com boa luminosidade, mas perde nitidez.

Vale a pena?

Nesta faixa dos R$ 1 mil, o LG K41S é um bom aparelho e pode ser considerado um bom competidor para aparelhos como o Moto G8 Play ou Galaxy A21s. Ele traz uma tela bem grande, bateria com boa autonomia e desempenho equilibrado.

O celular peca um pouco na hora de realizar atividades mais rapidamente, algo que pode ficar mais nítido com jogos ou atividades exigentes. Por outro lado, ainda traz um conjunto razoável com quatro câmeras.

Por fim, o K41S tem um design atraente nesta categoria, e quanto mais próximo dos R$ 1.000, mais justificável fica sua compra.

LG K41S

Especificações técnicas:

  • Tela: 6,55 polegadas IPS LCD HD+ (1600 x 720p) 20:9
  • CPU: Mediatek MT6762 Helio P22 octa-core (2.0Ghz)
  • GPU: PowerVR GE8320
  • Memória: 3 GB de RAM
  • Armazenamento: 32 GB de armazenamento (~16 GB livres) + slot para microSD
  • Sistema operacional: Android 9 Pie
  • Câmeras: 13 MP (f/1.8) principal + 5 MP (f/2.2) de ângulo aberto + 2 MP (f/2.4) macro + 2 MP (f/2.4) de profundidade
  • Bateria: 4.000 mAh
  • Conectividade: Wi-Fi 802.11 b/g/n, Bluetooth 5.0
  • Dimensões e peso: 165.8 x 76.5 x 8.3 mm, e 191 gramas
  • Celular vem com cerca de 16 GB livres para uso.
LG K41S: quanto mais barato melhor [Review]