iPhone SE 2020 vs iPhone XR: qual é o melhor iPhone 'barato'?

5 min de leitura
Imagem de: iPhone SE 2020 vs iPhone XR: qual é o melhor iPhone 'barato'?
Imagem: Apple/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Apple pegou muita gente de surpresa nesta terça-feira (15) ao anunciar oficialmente o iPhone SE (2ª geração). O smartphone original foi lançado em 2016 e já foi alvo de inúmeros rumores sobre um relançamento, até que chegou mais uma vez como uma opção "mais baratinha".

Aqui no Brasil, os preços do novo iPhone SE são de R$ 3.699 com 64 GB, R$ 3.999 com 128 GB e R$ 4.499 com 256 GB de armazenamento. Por fora, ele é idêntico ao iPhone 8, mas por dentro traz características dos últimos iPhone 11. Inclusive, os iPhone 8 e 8 Plus foram descontinuados.

Isto também levanta um certo questionamento: agora, vale mais a pena investir no iPhone XR ou no novo iPhone SE? O XR tem características do iPhone XS, como o Face ID, mas o SE traz o chipset A13 Bionic. E, entre outros, o preço do iPhone XR na loja da Apple começa em R$ 4.299, ou R$ 600 mais caro que o modelo de base do iPhone SE.

Corpo e tela

O iPhone SE de 2020 tem exatamente as mesmas características externas do iPhone 8 de 2017 – que lembra bem o iPhone 6 de 2014. Isto significa que ele tem as mesmas dimensões (138,4 x 67,3 x 7,3mm) e peso (148 gramas) do iPhone 8. Assim como aconteceu com o SE original, o exterior reaproveita o design de anos anteriores, mas com atualizações internas importantes.

Isto também significa que ele traz de volta o Touch ID, que no iPhone XR já havia sido substituído pelo Face ID. As traseiras dos smartphones, feitas em vidro, são relativamente parecidas com um único sensor para a câmera e o logo da Apple no centro.

Novo iPhone SE (2a geração) tem visual idêntico ao do iPhone 8Novo iPhone SE (2a geração) tem visual idêntico ao do iPhone 8Fonte:  Apple/Reprodução 

No XR, há uma relação melhor de corpo para a tela, resultando em um celular com menos bordas. A tela do iPhone SE tem 4,7 polegadas (1334 x 750p) contra 6,1 polegadas do iPhone XR (1792 x 828p). Ambas trazem tecnologia LCD.

Eles também compartilham a mesma falta do conector para fones de ouvido de 3,5mm e a presença da entrada Lightning, mas trazem certificação IP67 que os protege contra água (profundidade máxima de um metro por até 30 minutos).

Também é preciso notar que o iPhone XR é maior (150,9 x 75,7 x 8,3mm) e mais pesado (194 gramas). Quem sente saudades de smartphones compactos, certamente pode preferir o novo iPhone SE. As cores do novo modelo são branco, preto e vermelho; o XR tem, além destas, as cores azul, amarelo e coral.

Câmeras

O iPhone SE 2020 e o iPhone XR têm câmeras parecidas. A traseira tem 12 MP (f/1.8) e a frontal 7 MP (f/2.2). Os dois podem fazer fotos com o modo retrato em ambos os sensores, mas o XR tem a vantagem do sensor TrueDepth nas selfies.

Ele é um dos responsáveis por fazer o Face ID funcionar, medindo a profundidade entre o usuário e o smartphone. Assim, fotos com o modo retrato na frontal tendem a ter melhor resultado no XR. Com este sensor, ele também pode gravar vídeos em 1080p com 30/60fps, contra vídeos de mesma resolução em 30fps no SE.

Modo 'QuickTake', presente no iPhone SE, permite gravar vídeos rápidos sem sair da área de fotografiasModo 'QuickTake', presente no iPhone SE, permite gravar vídeos rápidos sem sair da área de fotografiasFonte:  Apple/Reprodução 

Mas, se o XR tem vantagem na câmera frontal, o iPhone SE pode ter se dado melhor com a câmera traseira. Assim como no iPhone 11, o smartphone tem seis efeitos do modo 'Iluminação de Retrato' contra três do XR. Além disso, o iPhone SE traz o 'HDR Inteligente' atualizado e o modo 'QuickTake', que permite gravar vídeos curtos pressionando o botão de obturador da câmera sem precisar sair da área de fotos.

Também é válido mencionar que ambos trazem estabilização óptica de imagem e gravam vídeos em 4K com 24/30/60fps. Mas, também, que nenhum deles tem suporte do modo para fotografias noturnas.

Desempenho

Até o momento, a principal diferença de hardware entre o novo iPhone XR e o iPhone SE é no chipset. Respectivamente, eles trazem o A12 Bionic e o A13 Bionic, que também está presente na linha iPhone 11 e 11 Pro. Este é considerado um dos chipsets mais potentes da atualidade, o que faz novo SE um smartphone compacto bem forte.

A Apple não divulgou, também, quanto de RAM tem o novo smartphone. O iPhone 8 tinha 2 GB, mas é de se esperar que esta versão tenha pelo menos 3 GB, que é a quantidade presente no iPhone XR.

iPhone XR, entre todos os iPhones atuais, é o modelo com mais opções de cores disponíveisiPhone XR, entre todos os iPhones atuais, é o modelo com mais opções de cores disponíveisFonte:  Apple/Divulgação 

Os dois também são compatíveis com o eSIM e trazem NFC para pagamentos com o Apple Pay. Os chipsets usados por eles também têm alto desempenho, porém o iPhone SE leva a vantagem por ser o mais recente. Resta comparar, no futuro, a usabilidade entre eles.

Também é válido considerar que o novo SE é o único entre esses dois que traz suporte para a conectividade Wi-Fi 6 de alta velocidade.

Bateria

Bateria é algo que os smartphones da Apple só começaram a ouvir com mais frequência em uma frase positiva a partir do iPhone XR. A estimativa da própria empresa é de que ele cumpra 16 horas de reprodução de vídeo, contra 13 horas do novo iPhone SE.

Já em reprodução de áudio, a bateria do iPhone XR tende a aguentar 65 horas, contra 40 do iPhone SE. Ambos ainda têm suporte do carregamento rápido de 18W, mas trazem um carregador de 5W na caixa.

A Apple normalmente não confirma esses detalhes, mas se o novo iPhone SE tiver a mesma bateria do iPhone 8, ele pode ter 1.821 mAh. O iPhone XR, por sua vez, conta com 2.942 mAh.

Qual é o melhor?

É difícil definir o melhor smartphone entre esses dois porque eles atingem públicos bem diferentes. O iPhone SE (2ª geração/2020) é esperado por muita gente há anos, enquanto o iPhone XR supre a necessidade de um modelo menos caro com Face ID e tela maior.

Enquanto o iPhone SE reaproveita a cara do iPhone 8 com hardware do iPhone 11, o XR traz um chipset do ano anterior, porém de alto de desempenho. A bateria do iPhone XR também foi muito bem avaliada desde seu lançamento, e nos resta saber se, na prática, o novo SE tem autonomia melhor que a do iPhone 8.

O que acontece, agora, é que usuários que esperavam por um smartphone compacto potente podem encontrar no novo iPhone SE uma opção com ótimo desempenho. O iPhone XR, por sua vez, segue sendo vendido oficialmente pela Apple.

Fontes