Estoque do Xiaomi Mi 10 esgota em 1 minuto de vendas na China

1 min de leitura
Imagem de: Estoque do Xiaomi Mi 10 esgota em 1 minuto de vendas na China
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Xiaomi divulgou algumas informações sobre a primeira venda relâmpago do Xiaomi Mi 10, novo smartphone top de linha da fabricante. As primeiras unidades foram comercializadas nesta sexta-feira (14) somente na China, um dia depois do anúncio oficial.

Segundo a empresa, o modelo esgotou em apenas um minuto em todas as plataformas em que ele foi vendido, o que inclui GearBest, Tmall, Suning e próprio site da Xiaomi. Ao todo, a receita gerada ultrapassou os 200 milhões de yuan — R$ 124 milhões em conversão direta de moeda.

A marca não chegou a comentar a quantidade de unidades vendidas. Porém, o máximo possível é de 50 mil aparelhos, já que o modelo mais básico do Mi 10 (8 GB de RAM com 128 GB de armazenamento) custa 3.999 yuan.

E quando tem mais?

A próxima venda relâmpago da Xiaomi acontece no dia 18 de fevereiro. Além de mais unidades do Mi 10, essa será a primeira vez que fãs poderão adquirir o Mi 10 Pro — versão mais cara e poderosa do modelo, que conquistou o primeiro lugar no ranking de teste de câmeras da DxOMark.

Entretanto, é possível que essa venda seja reduzida. As fábricas da Xiaomi estão em funcionamento reduzido por causa do surto de coronavírus em algumas regiões da China e não entregarão o estoque esperado.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Estoque do Xiaomi Mi 10 esgota em 1 minuto de vendas na China