Review Redmi AirDots: fones sem fio da Xiaomi que vão direto ao ponto

5 min de leitura
Imagem de: Review Redmi AirDots: fones sem fio da Xiaomi que vão direto ao ponto
Avatar do autor

Com plataformas de streaming de áudio cada vez mais populares e fabricantes de smartphones aposentando a famosa entrada de fones de ouvido na maioria dos aparelhos, investir em uma opção sem fio para manter seu som parece um caminho sem volta. E, se você procura um fone para o dia a dia sem gastar muito, o Redmi AirDots, da Xiaomi, é uma opção praticamente imbatível quando o assunto é custo-benefício.

Antes de qualquer coisa, preciso confessar que encontrei o Redmi AirDots em um momento para lá de difícil: havia perdido meus AirPods no carro de um desses motoristas de aplicativos e tinha pouca esperança de reaver o acessório. Para entender o quanto eu curtia os tais fones, o acessório era, até então, uma companhia constante no dia a dia. O misto de trauma e saudades fez com que a minha avaliação dos fones bluetooth da Xiaomi fosse, claramente, impactada. Mas, se engana quem acha que os caros, ainda que ótimos, fones da Apple me fizeram falta.

Design simples e funcional

Para começar, os AirDots são fones intra-auriculares Bluetooth sem frescuras. Construídos em plástico preto, com acabamento fosco, tanto os buds quanto seu estojo são bem discretos. Mesmo assim, é inegável que o preço baixo tem seu custo: como os comandos são feitos por meio de botões físicos, e não um painel touch, você tem a sensação desagradável de empurrar os acessórios para dentro e ouvi-los clicar sempre que for interagir diretamente com eles.

Xiaomi Redmi AirDots fones

Os acessórios se encaixam bem no ouvido e, caso você tenha alguma dificuldade, é possível fazer o ajuste com as outras borrachinhas que vêm na caixa. Confortáveis, os fones sem fio parecem uma boa companhia seja nos coletivos, escritórios ou em atividades físicas, mas como eles não têm certificação de resistência a líquidos, é bom cuidar direitinho pra não estragar.

Abrigando os dois buds, temos o estojo que serve como carregador dos fones e usa uma conexão micro-USB, o que pode dar uma utilidade para aquele cabo carregador de celular antigo que você tem parado em casa. Poderia ser USB-C? Poderia. Apesar de ter um fechamento magnético, a tampinha do case deixa a impressão de que pode abrir com facilidade, então é melhor deixá-la sempre bem posicionada quando for levar seus AirDots para um passeio.

Conexão com algumas ressalvas

Com os acessórios no lugar, parear os fones é bem simples, mesmo para quem tem um dispositivo iPhone. O curioso é que só o fone direito estabelece efetivamente uma conexão com o celular ou outro dispositivo que você quiser parear. A partir daí, o fone direito “espelha o áudio” para o lado esquerdo. Falando soa meio estranho, mas dá para entender quando pensamos no preço bastante acessível dos Redmi AirDots. Mas, isso é assunto para daqui a pouco.

Xiaomi Redmi AirDots fones

Fato é que a ausência de uma conexão direta do fone esquerdo causou alguns momentos, no mínimo, curiosos. Uma delas é que, por conta do hábito de usar apenas o fone direito — para não parecer muito “desligado do mundo” no ambiente de trabalho — acabei ficando sem a música nossa de cada por um bom tempo. Explicando: como os acessórios da marca chinesa só pareia com o fone direito, não adianta ter bateria para dar e vender no esquerdo. Sem a conexão espelhada do bud direito, você não tem mais do que um peso para papel – na verdade nem isso, já que os AirDots são bem leves.

Outro pequeno inconveniente que aconteceu durante os testes era algum tipo de conexão causar interferências no fone esquerdo. Esses leves incômodos foram raros e, geralmente, quando os acessórios estavam em ambientes com muitas pessoas, como a academia lotada, por exemplo. Além disso, como é comum em fones Bluetooth, os AirDots apresentam um leve atraso no áudio se usados junto com games.

Áudio com poucos ruídos e funções extras

A qualidade sonora dos AirDots é exatamente o que se espera de um produto de entrada de boa qualidade: mais do que digna, mas sem chegar a ser realmente impressionante. O áudio é limpo, razoavelmente equilibrado e definido, mas sem muito impacto nos graves. Ao menos o volume máximo chega a níveis intensos, o que é bom.

Com seu encaixe firme, os AirDots isolam relativamente bem o som ambiente, o que é bom para quem não gosta muito de “música de academia”. Ainda assim, caso você queira ficar totalmente isolado dos seus arredores, provavelmente terá que investir em modelos mais avançados.

Xiaomi Redmi AirDots fones

No campo das funcionalidades, o acessório da marca chinesa permite pausar suas músicas com um apertar e ativar assistentes de voz como a Google AssistenteSiri mantendo a pressão por alguns instantes. Ainda é possível atender chamadas telefônicas e de voz em aplicativos como o WhatsApp – mas essa função fica devendo um pouco se usada com um iPhone.

Bateria okay

A bateria dos AirDots teve uma duração boa para longas sessões individuais de uso, mas não chega perto de aguentar um dia inteiro de utilização ininterrupta. Em média, os fones aguentam 4 horas de reprodução constante de músicas e demoram cerca de 1 hora para recarregar completamente.

O case é necessário para a recarga, mas não vem com bateria própria, então precisa estar conectado para dar força para os earbuds. Como o indicador de carregamento é discreto, é necessário ficar atento para não deixar o case plugado mais tempo do que o necessário.

Xiaomi Redmi AirDots fones

Vale a pena?

Nesse ponto, a comparação com os AirPods – um dos aparelhos de maior destaque no segmento – é inevitável. A diferença de custo entre os dois fones de ouvido é tão gritante que é surpreendente o quanto isso não se reflete necessariamente em desempenho.

Claro, os acessórios da Xiaomi não possuem tanta autonomia de bateria ou controles de áudio customizáveis, mas têm um preço que é cerca de um décimo dos fones de ouvido da Apple. Enquanto os fones da Apple custam oficialmente R$ 1.349, os AirDots são encontrados por cerca de R$ 120 em sites como a GearBest e varejistas nacionais que lidam com produtos importados.

Xiaomi Redmi AirDots fones

Para resumir, a realidade é que os acessórios da Xiaomi não fazem nada muito melhor do que qualquer outro fone de ouvido Bluetooth e não há nada de errado nisso. Em um mundo no qual as marcas se vangloriam de entregar mais, o fone de ouvido sem fio da Xiaomi entrega uma conexão satisfatória com um preço mais do que justo. E isso, com uma experiência boa, chega a soar como música para os nossos ouvidos.

Opções de compra

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Review Redmi AirDots: fones sem fio da Xiaomi que vão direto ao ponto