Motorola doa celulares para catadores usarem aplicativo de reciclagem

1 min de leitura
Imagem de: Motorola doa celulares para catadores usarem aplicativo de reciclagem
Avatar do autor

A plataforma Cataki foi lançada, em fins de 2018, baseada na ideia simples de juntar catadores a quem tem material reaproveitável para descartar. Chamado de “o Tinder da reciclagem”, a iniciativa da ONG Pimp My Carroça não se popularizou como devia por um detalhe cruel: a maioria dos catadores não tem dinheiro para comprar um celular e, assim, se cadastrar na plataforma e receber match de quem precisa deles.

Por isso, a iniciativa da Motorola é tão bacana: a empresa, em parceria com o portal Quebrando o Tabu, vai doar 50 celulares para que os catadores possam se unir à rede de reciclagem.

Cada aparelho doado pode significar um aumento de 15% a 100% na renda mensal de um catador, o que correspondente de 10% a 30% a mais de material recolhido.

Celulares velhos não são só sucata

Mas não é preciso esperar que uma fabricante de celulares doe aparelhos novos; quem tiver um dispositivo antigo mas em boas condições pode doar à ONG, via Quebrando o Tabu. Basta mandar uma mensagem pela página do portal no Facebook.

A ONG Pimp My Carroça, criadora do Cataki, reúne artistas do grafiti para pintar os carrinhos dos catadores. (Fonte: Pimp My Carroça/Reprodução)

O Pimp My Carroça é um movimento que luta para tirar os catadores de materiais recicláveis da invisibilidade e sensibilizar a sociedade para um trabalho desvalorizado e, ao mesmo tempo, tão importante nos dias de hoje. Essa foi a base para a criação do Cataki.

O aplicativo funciona atualmente em 450 cidades brasileiras. Catadores são responsáveis por recolher e dar destino a 90% de tudo que é reciclado no Brasil.

Cada catador vende, por exemplo, o quilo do plástico e do papelão a R$ 0,20. O quilo do vidro rende R$ 0,05. É com esse dinheiro que 800 mil trabalhadores sustentam a si e à sua família. Deste universo, apenas 1.400 estão cadastrados no Cataki, e por isso a doação dos celulares – seja da Motorola, seja aquele esquecido na gaveta – faz toda a diferença.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Motorola doa celulares para catadores usarem aplicativo de reciclagem