Imagem de: Galaxy Note 10 pode ter sensor 3D para melhorar modo retrato
Fonte: LetsGoDigital/Reprodução

Galaxy Note 10 pode ter sensor 3D para melhorar modo retrato

1 min de leitura
Avatar do autor

Falta pouco mais de um mês para o lançamento do Galaxy Note 10, próximo celular topo de linha da Samsung, mas vários detalhes sobre o aparelho foram revelados antes da hora, como o fato de que ele terá uma câmera com três níveis de abertura e pode aposentar a entrada para cartões MicroSD. A novidade agora, segundo a publicação sul-coreana ET News, é que ele virá equipado com um sensor Time of Flight (ToF).

Esse sensor 3D pode ter várias aplicações, mas as principais certamente são o efeito de desfoque, que ficou conhecido como “modo retrato”, reconhecimento facial e aplicativos de realidade aumentada. Uma possibilidade é que essas funções produzam resultados mais realistas ou consigam identificar rostos com mais precisão, embora nenhum detalhe tenha sido confirmado.

Sensor não é novidade para a Samsung

Atualmente, apenas o Galaxy S10 5G conta com um sensor ToF. No entanto, um representante da fabricante de lentes de câmeras Kolen que conversou com o ET News afirmou que a companhia vai produzir lentes em uma nova fábrica no Vietnã para suprir a demanda da Samsung por sensores ToF.

Esse comentário parece confirmar a informação divulgada a partir da publicação de algumas renderizações do Note 10. De acordo com esses vazamentos, pelo menos um dos modelos do celular virá com os novos sensores. O mais provável é que ele esteja presente no Galaxy Note 10 Pro, a versão mais premium da linha.

Todos esses detalhes serão conferidos no dia 7 de agosto, data marcada para o anúncio do Galaxy Note 10. Como sempre, o TecMundo fará uma transmissão ao vivo do evento, começando a partir das 16h50 (horário de Brasília) nesse dia.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Galaxy Note 10 pode ter sensor 3D para melhorar modo retrato