Imagem de: Samsung Galaxy Fold está passando por testes em massa antes do lançamento

Samsung Galaxy Fold está passando por testes em massa antes do lançamento

1 min de leitura
Avatar do autor

Depois de uma tentativa de lançamento que não deu certo, a Samsung está tentando se redimir dos erros cometidos com o Galaxy Fold. DJ Koh, o CEO da companhia, admitiu que a firma se equivocou ao tentar trazer o smartphone dobrável ao mercado em abril e revelou que o aparelho está passando por uma série de testes para garantir a ausência de problemas.

De acordo com o comandante da fabricante sul-coreana, cerca de 2 mil unidades do smartphone estão sendo verificadas atualmente. Quando foi lançado pela primeira vez, o Fold apresentou problemas já nas versões enviadas para reviews.

Uma das unidades do Galaxy Fold que quebraram, em abril. (Fonte: Twitter/Marques Brownlee)

Em um encontro com jornalistas, o CEO da Samsung admitiu que os erros cometidos no aparelho são "constrangedores", mas que a firma já está superando a polêmica. "Admito que deixei algo passar no celular dobrável, mas estamos em processo de recuperação", disse DJ Koh.

Sem expectativa de lançamento

Apesar das novidades, a companhia não revelou detalhes de quando o Galaxy Fold será lançado. Após os problemas em abril, a chegada do smartphone ao mercado foi adiada globalmente. Algumas especulações apontam que isso deve acontecer ainda neste mês, mas DJ Koh informou que a firma precisa de mais tempo.

Apresentado durante a conferência da Samsung na MWC 2019, o Galaxy Fold é um dos primeiros smartphones dóbráveis do mundo, trazendo tela principal de 7,3 polegadas, além de um display externo com 4,6 polegadas. Em seu interior, encontram-se processador de 7 nanômetros, 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento, além de uma bateria de 4.380 mAh e um total de 6 câmeras. O preço? US$ 1.980 (cerca de R$ 7.640 em conversão direta).

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Samsung Galaxy Fold está passando por testes em massa antes do lançamento