Imagem de: Huawei estima perdas de US$ 30 bilhões com restrição imposta pelos EUA
Fonte: Reuters

Huawei estima perdas de US$ 30 bilhões com restrição imposta pelos EUA

1 min de leitura
Avatar do autor

Qual é o preço de uma guerra comercial? Bem, essa resposta ainda não tínhamos e agora a Huawei estima em algo torno de US$ 30 bilhões neste e no próximo ano. Os números vieram do próprio fundador da companhia, Ren Zenghfei, que participou hoje (17) de uma entrevista à distância em Shenzen, em evento do Instituto de tecnologia de Massachusetts (MIT, em inglês).

A Huawei deve deixar de distribuir entre 40 a 60 milhões de dispositivos em 2019 e 2020

Zenghfei admitiu que ficou um pouco surpreso com a determinação do governo Trump em “quebrar” sua empresa fosse “tão forte e tão difundida”. Ele afirma que o boicote imposto pelos ianques realmente abalou a relação com os parceiros ocidentais. O Bloomberg diz que isso deve impactar em queda na distribuição de 40 a 60 milhões de dispositivos.

A subsidiária Honor também deve sofrer com as restrições e conforme forem as vendas do Honor 20, lançado na sexta-feira (14), há chances de limitar bastante as remessas de telefones. A expectativa de Zenghfei é de que a receita caia ao patamar dos US$ 100 bilhões nessas duas temporadas.

huaweiFonte: Fortune

Embora o cenário são seja aquele sempre sonhado pela gigante chinesa, o presidente da companhia diz estar confiante em uma retomada nos próximos anos, especialmente quando a troca de componentes e softwares — incluindo um sistema operacional próprio — estiver consolidada. Na segunda posição global no setor de smartphones, a Huawei ainda almeja o topo no futuro breve.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Huawei estima perdas de US$ 30 bilhões com restrição imposta pelos EUA