A Xiaomi anunciou o lançamento do Redmi Note 7s, novo smartphone de uma das linhas mais populares da fabricante no mercado asiático. O aparelho tem características de um intermediário de entrada e é a aposta da companhia chinesa para continuar dominando as lojas da Índia. Para efeito de comparação, o Redmi Note 7 precisou de apenas 1 mês nas prateleiras do país para vender mais de 1 milhão de unidades.

Entre as melhorias trazidas pelo Redmi Note 7s, está a câmera principal de 48 megapixels, acompanhada por um sensor secundário de 5 megapixels. Na parte frontal, ele conta com uma câmera de 13 megapixels. Levando em consideração apenas os números, parece ser um conjunto interessante, especialmente nessa faixa de preço.

Xiaomi Redmi Note 7sFonte: Xiaomi/Divulgação.

A tela LCD tem 6,3 polegadas e um entalhe em formato de gota na parte superior. Na parte interna, o smartphone vem equipado com um processador Snapdragon 660, 3 GB ou 4 GB de RAM e 32 GB ou 64 GB de armazenamento. A bateria tem 4.000 mAh e a tela pode ser desbloqueada com o leitor de digitais, que fica na parte traseira.

O Redmi Note 7s chegou ao mercado indiano custando 9.999 rúpias (US$ 160) para o modelo mais básico e 12.999 rúpias (US$ 190) para a variante com configurações melhores. O preço é certamente um dos principais atrativos desse dispositivo, que ainda não tem lançamento previsto em outros países.

Confira essas promoções de smartphones da Xiaomi vendidos no Brasil: