Maioria no Brasil quer gastar só até R$ 1 mil para sair do celular basicão

1 min de leitura
Imagem de: Maioria no Brasil quer gastar só até R$ 1 mil para sair do celular basicão
Avatar do autor

A ASUS divulgou os resultados de uma pesquisa de opinião feita junto a donos de smartphones dispostos a trocar de aparelho por um dispositivo melhor. E, segundo os resultados exibidos pela fabricante taiwanesa, a maioria dos entrevistados (45,2%) está disposta a gastar no máximo R$ 1 mil para comprar um aparelho melhor e sair do básico.

Pode parecer pouco gastar apenas R$ 1 mil para adquirir um aparelho menos básico, digamos assim, mas esse dado ganha outro sentido quanto avaliado junto deste: 56,6% dos entrevistados gastaram no máximo R$ 799 no seu modelo atual — e 20,4% de todos os consultados gastaram menos de R$ 499.

Upgrade

Quando se fala em upgrade, a maioria dos entrevistados (32,3%) diz pensar em trocar de aparelho por um melhor até agosto deste ano. Outra parte significativa dos participantes (21,5%) quer fazer isso até a próxima Black Friday, em novembro. Já uma quantia menor (14,1%) quer fazer isso em 2020. Por fim, apenas 10,9% pretendia trocar de celular no primeiro trimestre de 2019.

Entre as pessoas que pensam em trocar o smartphone apenas no segundo semestre de 2019, 28,4% anteciparia a compra caso houvesse alguma promoção especial; 27,2% faria isso caso o seu aparelho quebrasse; e 25% trocaria caso o seu dispositivo atual apresentasse lentidão.

Principais critérios

Os três itens mais importantes levados em conta pelos potenciais compradores para comprar um dispositivo móvel são: processador mais rápido, mais espaço para armazenamento e bateria para durar dois dias ou mais. Itens como um aparelho menor para caber na mão e facilidade de encontrar acessórios e capinhas são os menos importantes, indica a pesquisa.

Abaixo, você confere um infográfico completo com todos os dados levantados pela fabricante:

ASUS(Fonte: ASUS/Divulgação)

Vale destacar que a ASUS não revelou a quantidade de pessoas entrevistadas para esta pesquisa.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Maioria no Brasil quer gastar só até R$ 1 mil para sair do celular basicão