Após o anúncio de que o HoloLens 2 não seria destinado para o usuário doméstico, a Microsoft se dedicou para melhorar sua plataforma de realidade virtual, o Windows Mixed Reality — significativamente mais popular que seus óculos de realidade aumentada. A prova dessa dedicação é o registro de uma nova patente, onde cita alguns de seus planos para o Mixed Reality.

A patente descreve como a Microsoft irá tentar dinamizar a plataforma, sugerindo os smartphones como um dispositivo de entrada e de saída dentro da realidade virtual. Dessa forma, o Mixed Reality se aproveitaria da familiaridade do usuário com a tela sensível ao toque e os gestos rotineiros; além disso, os sensores presentes no smartphone podem melhorar a precisão das interações feitas por ele.

(Imagem: Reprodução/MS Power User)

A plataforma, por sua vez, poderia customizar a aparência do dispositivo dentro da simulação e dar novas funções, como displays extras e botões fora da tela, por exemplo.

Aproximando a plataforma do usuário

Tornar o smartphone peça da experiência tornará a plataforma mais acessível e mais agradável para a maioria dos consumidores. Ademais, a resposta tátil aumenta a imersão dentro da realidade virtual.

(Imagem: Reprodução/Trusted Reviews)

A novidade ainda não foi anunciada pela Microsoft; tampouco tem data definida para ser revelada e disponibilizada para o consumidor final.