Você conhece as pulseiras e relógios inteligentes? Tratam-se de dispositivos que possuem conexão com a internet e aplicativos, de modo que podem mostrar a previsão do tempo, exibir ao usuário as notificações do smartphone, entre outras funções diferentes.

Acontece que essas pulseiras não têm feito muito sucesso com os usuários brasileiros - pelo menos é o que indica a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box. Segundo os dados coletados, apenas 10% dos internautas do nosso país, com smartphones, utilizam estes dispositivos.

 

A maioria dos usuários das pulseiras inteligentes é composta por homens, representada por 13% dos usuários, enquanto as mulheres fazem parte de apenas 7% deste público. Entretanto, um fator que possui grande influência no mercado dos smartwatches é a classe social: os dados da pesquisa mostram que estes dispositivos são mais presentes nas classes A e B do que nas C, D e E, com 14% e 9% de uso, respectivamente.

Em relação às funções e hábitos de uso entre os usuários, o que mais chama a atenção do público ao utilizar um smartwatch é a possibilidade de receber as notificações do smartphone - o que inclui mensagens de texto e chamadas, por exemplo -, conforme apontado por 56% dos entrevistados. Outras funções que despertam o interesse do público são o monitoramento de passos e de exercícios físicos.