Mesmo com tantos modelos diferentes de smartphone sendo lançados pela Samsung todos os anos, a empresa quer mostrar que leva a sério a qualidade dos aparelhos. Em seu site oficial, a fabricante publicou novas fotos mostrando como são os laboratórios onde esses testes são feitos, o que inclui os experimentos de resistência envolvendo derrubar ou colocar os celulares em ambientes de alta temperatura.

Esse processo também conta com alguns momentos menos intensos. A empresa ressalta, por exemplo, a análise feita para checar se as câmeras e a reprodução de som dos celulares estão funcionando dentro do esperado. Para isso, várias fotos são tiradas em ambientes com diferentes condições de luz. Por sua vez, toques, chamadas de voz e reprodução de música são testados dentro de câmaras com isolamento acústico.

Mas a questão que certamente deve interessar muitos consumidores envolve a resistência a quedas e outros acidentes. Nessa parte do processo, os smartphones são derrubados e colocados em máquinas que simulam uma pessoa sentando em cima deles ou até mesmo uma situação na qual o aparelho saia quicando por vários degraus de uma escada. Ações repetitivas, como abrir e fechar a bandeja do cartão SIM várias vezes, também são testadas.

Diferentes condições de tempo também precisam ser testadas para garantir que o celular vá funcionar bem independentemente da região, algo essencial em uma empresa que atua em escala global. Para isso, eles são colocados em pequenas caixas que simulam locais com variados níveis de umidade e temperatura.

“A linha Galaxy representa qualidade sem comprometimentos. Os dispositivos são o resultado de esforços incansáveis do Grupo de Testes de Durabilidade, que está sempre fazendo perguntas e almejando o melhor, garantindo que os dispositivos estão dentro dos padrões de qualidade”, conclui a companhia no texto. Parece que a Samsung está mesmo interessada em mostrar que trabalha para evitar um novo caso como o do Galaxy Note 7.