O primeiro smartphone da nova família Galaxy M foi flagrado em um teste do Geekbench. O dispositivo deve se chamar Galaxy M20 e traria um hardware mais intermediário para o mercado de entrada. Os resultados do benchmark não são fantásticos, mas o que realmente chama atenção nesse vazamento são as especificações reveladas.

Esse Galaxy M20 teria um chipset Exynos 7885 da própria Samsung com oito núcleos funcionando a, pelo menos, 1,59 GHz. Junto com isso, o celular teria também 3 GB de RAM, uma quantia alta para um suposto smartphone de entrada.

A única outra informação relevante revelada pelo Geekbench foi a versão do Android que esse dispositivo estaria rodando: Oreo 8.1. Com lançamento previsto para o início do ano que vem, talvez em janeiro, esse aparelho pode chegar com SO defasado em seis meses, uma vez que Android Pie 9.0 final foi liberado pela Google em agosto de 2018.

galaxy m20Samsung Galaxy M20 teria aparecido pela primeira vez em testes de benchmark (fonte: GeekBench)

Mas isso não seria exatamente uma surpresa. A Samsung vem fazendo lançamentos de aparelhos mais básicos com software defasado há alguns anos, aparentemente reservando as novidades do Robô para que apareçam primeiro nos top de linha da família Galaxy S.

Galaxy J, Galaxy C e Galaxy On não serão mais produzidos a partir do ano que vem

Voltando ao Galaxy M20, esse aparelho deve ainda trazer uma tela LCD em vez de AMOLED, uma vez que se trata de um modelo de entrada. É bom ressaltar ainda que, junto com o M20, a empresa pode lançar também um Galaxy M30.

A nova família Galaxy M deve substituir todas as outras linhas de entrada da coreana. Isso significa que os Galaxy J, Galaxy C e Galaxy On não serão mais produzidos a partir do ano que vem. Todas as categorias que essas antigas famílias cobriam serão reorganizadas dentro da nova Galaxy M, que provavelmente será bem extensa.