Apenas seis meses após o lançamento da sua primeira versão, a Xiaomi já está preparando um sucessor para o smartphone gamer Black Shark. O aparelho foi homologado na China pela Tenaa, agência que regulamenta as telecomunicações no país, com o código AWM-A0 e não aparenta trazer grandes mudanças em relação ao modelo anterior.

Entre as alterações percebidas estão a mudança de local do sensor de impressões digitais, que foi para a traseira, e o alinhamento das câmeras na vertical em vez de na horizontal. Entre as especificações, o documento confirma apenas que ele manterá a bateria de 4.000 mAh e a tela de 5,99 polegadas vista na primeira versão.

Um celular.Imagens do celular da Xiaomi que foi aprovado pela agência reguladora da China.

Levando em consideração que o aparelho está aprovado e deve ser anunciado em breve, é provável que ele também mantenha o processador Snapdragon 845. Devido às poucas mudanças, não fica claro se esse smartphone será anunciado como um Black Shark 2 ou se chegará às lojas apenas como uma versão recauchutada do Black Shark.

De qualquer maneira, o fato de que ele foi homologado praticamente garante que teremos mais informações sobre esse dispositivo em breve.