Motorola lançou hoje no mercado brasileiro um smartphone voltado para o mercado de entrada, o Moto E5 Play, que vem com o Android Oreo versão Go instalado de fábrica. A fabricante apresentou o aparelho na última terça-feira (21) em um evento fechado para a imprensa e já o entregou para testes antes do lançamento, então vamos passar alguns detalhes sobre ele junto às nossas impressões iniciais.

O fato do celular chegar com o Android Go deixa claro que esse não é um aparelho feito para pessoas que gostam de tecnologia e estão sempre se informando sobre o que há de mais avançado. Essa versão otimizada do software foi feita para rodar em dispositivos com especificações modestas, pensados para aquele seu parente mais velho, um vô ou uma tia que sequer tinha uma smartphone ou que usava um de 4 ou 5 anos atrás que já rodou na mão de boa parte da família.

Motorola Moto E5 Play

A ideia do Android Go é permitir que as marcas lancem smartphones básicos de baixo custo, mas com as vantagens do sistema moderno da Google. A plataforma perde alguns recursos mais pesados do Oreo completo, como o picture-in-picture, mas fica mais leve, eficiente e ganha funções para diminuir o gasto com dados móveis.

Conjunto humilde

O Moto E5 Play vem com uma tela LCD de 5,3 polegadas com o conceito Max Vision da Motorola, ou seja, com a proporção de 18:9. O design tem o visual típico dos aparelhos da Motorola dos últimos anos, mas o corpo é todo em plástico e a tampa traseira é removível. Na parte traseira, ele tem um sensor de impressões digitais disfarçado com o logo da Motorola. O aparelho é leve e tem um formato arredondado que ajuda a dar uma pegada confortável.

O processador é um quad-core Snapdragon 425 e vem acompanhado de 1 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento interno. Com as otimizações do Android Go, 12 GB desse total ficam livres para o usuário. Considerando esse hardware, é esperado que o aparelho dê algumas engasgadas de vez em quando, mas a minha primeira impressão é que o desempenho está fluido para um dispositivo modesto.

Motorola Moto E5 Play

O E5 play vem com slots separados para um cartão micro SD de até 256 GB e dois SIM cards, e o software conta com uma função que analisa qual é a operadora do número para o qual você estiver ligando e sugere qual chip usar na hora de fazer uma chamada. A câmera traseira dele tem 8 MP, foco automático, flash LED, HDR, panorama e modo Pro, e na parte da frente há um sensor de 5 MP que também tem flash LED, HDR e efeito embelezador. Ambas as lentes conseguem gravar em Full HD e têm câmera lenta. Para alimentar tudo isso, ele vem com uma bateria removível de 2.100 mAh.

Selecione outro aparelho e compare
Versão do Sistema OperacionalAndroid 8.1 Oreo Go Edition
Tipo de TelaIPS LCD
Tamanho de Tela5,3 polegadas
Resolução de Tela480 x 960 pixels
ChipsetQualcomm Snapdragon 425 (MSM8917)
Memória RAM1 GB
Armazenamento Interno16 GB
Cartão de MemóriaMicroSD de até 256 GB
Câmera Traseira8 MP (f/2.0, 1.12 µm)
Capacidade de Bateria2100 mAh
comparar mais produtos →

Quanto e quando?

O Moto E5 Play já está disponível para compra a partir desta quarta-feira (22) tanto no site e nas lojas da Motorola quanto em varejistas parceiros da empresa. As opções de cores são ouro ou preto e o preço sugerido de lançamento é de R$ 799.

Considerando o valor oficial dos celulares de 2018 no site da empresa, esse é o modelo mais barato entre os que foram lançados até agora. Mesmo assim é possível encontrar opções com hardwares similares ou até melhores custando menos, especialmente se considerarmos opções de marcas como QuantumPositivo e Multilaser. Para saber se o Moto E5 Play está valendo a pena, aguarde o nosso review completo do aparelho.