A gigante chinesa Xiaomi revelou o primeiro modelo de sua mais nova marca paralela. O Pocophone F1, que se chamará apenas Poco F1 na Índia, é um smartphone top de linha que se desvincula de linhas como a Mi, mas mantém especificações técnicas bem interessantes e um preço bastante atrativo.

O Pocophone de estreia aproveita várias funções e recursos de design em moda atualmente: um "notch" no topo da tela e até um sistema de resfriamento líquido, para dissipar o calor do processador e outros componentes internos e garantir que você aproveite o aparelho para jogos e multitarefas.

Selecione outro aparelho e compare
Versão do Sistema OperacionalAndroid 8.1 Oreo
Tipo de TelaIPS LCD
Tamanho de Tela6,18 polegadas
Resolução de TelaFull HD+ (1080 x 2246 pixels)
ChipsetQualcomm Snapdragon 845 (SDM845)
Memória RAM6 GB ou 8 GB
Armazenamento Interno64 GB, 128 GB ou 256 GB
Cartão de MemóriaMicroSD de até 256 GB
Câmera TraseiraDual: 12 MP (f/1.9, 1/2.55", 1.4µm) + 5 MP (f/2.0, 1.12µm, sensor de profundidade)
Capacidade de Bateria4000 mAh
comparar mais produtos →

O dispositivo traz um recurso de desbloqueio por rosto usando infravermelho, função de carregamento rápido Quick Charge 3.0 e entrada tradicional para fones de ouvido, além de suporte para dois chips SIM (com uma das entradas podendo ser usada para um cartão microSD). O sistema operacional é o Android 8.1 com uma skin da Xiaomi, a MIUI 9.6.

A câmera frontal é trabalhada para garantir boas fotos frontais em qualquer iluminação. Já as traseiras possuem recursos de inteligência artificial que funcionam de forma otimizada na Índia.

Disponibilidade

O modelo será vendido nas cores vermelha (Rosso Red), preta (Graphite Black) e azul (Steel Blue) em três variantes:

  • 6 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno (US$ 300, ou R$ 1.211)
  • 6 GB de RAM e 128 GB de espaço (US$ 343 ou R$ 1.385);
  • 8 GB de RAM com 256 GB de memória interna (US$ 414 ou R$ 1.672).

A versão mais poderosa ainda conta com a chamada Armored Edition, que conta com proteção traseira de kevlar para resistir mais a impactos. Ela vai custar US$ 429 (ou R$ 1.732).

As vendas começam em 29 de agosto na Índia e mercados de Ásia e Europa também receberão o aparelho. Para evitar canibalizar o próprio mercado, a Xiaomi não vai vender o Pocophone F1 na China.