Um ataque com vírus atingiu na última final sexta a TSMC, a companhia fabricante de chips responsável por produzir os processadores dos novos iPhones, obrigando a empresa a interromper a atividade em algumas de suas instalações. Em conversa com o Bloomberg, a diretora financeira da companhia taiwanesa, Lora Ho, confirmou o ataque.

“A TMSC já foi atacada com vírus anteriormente, mas esta é a primeira vez que um ataque afeta as nossas linhas de produção”, comentou a executiva. Apesar de não dar muitos detalhes sobre a situação, a empresa garantiu que algumas das fábricas que tiveram os trabalhos interrompidos voltaram ao normal durante o sábado (4).

Impacto

Analistas apontam que a situação deve resultar em atrasos na fabricação dos novos modelos do iPhone, que devem ser anunciados pela Apple em setembro deste ano. Entretanto, para Marki Li, da companhia de análises de mercado Sanford C. Bernstein, os bons resultados do quarto trimestre da Maçã devem ajudar a minimizar os impactos de possíveis atrasos.

A KGI Securities também crê que o impacto em relação à Apple deve ser limitado, afinal “a cadeia de produção normalmente se prepara para esses incidentes e as fabricantes excedem [a fabricação] de chipsets durante a fase inicial”.

Apesar de um certo otimismo de que o ataque com vírus não vá retardar de forma significativa a fabricação de iPhones, a própria TSMC espera a redução de 3% na sua receita do terceiro trimestre de 2018.

Cupons de desconto TecMundo: