A Samsung está prestes a viver grandes mudanças em sua atuação no mercado mobile e a mídia sul-coreana traz alguns lampejos dos próximos caminhos da maior fabricante de smartphones do mundo. Segundo o site The Bell, a empresa pode unificar, já em 2019, as linhas Galaxy S e Galay Note.

A ideia, na verdade, seria acabar com a linha Note, o que faz sentido diante das notícias recentes de que a Samsung deve lançar três modelos do Galaxy S10. Assim, é possível imaginar que o Galaxy S10+, o maior do trio, seria o substituto do Galaxy Note 10 e contaria até mesmo com uma SPen para ocupar de vez essa posição.

O rumor faz bastante sentido também porque há indícios de que a Samsung lançará o seu smartphone dobrável Galaxy X no início do próximo ano. Assim, a companhia teria uma nova linha de flagships e poderia investir o restante de seus esforços em aparelhos de alto nível apenas na família Galaxy S.

Galaxy Note 10 pode sair de cena e 'se transformar' no Galaxy S10+

Se essas mudanças realmente acontecerem, a fabricante deve poupar recursos no desenvolvimento de smartphones de ponta sem perder o apelo que conquistou até agora e também a capacidade de inovação para o futuro. Além disso, isso pode abrir espaço para a companhia investir em dispositivos intermediários e de entrada, uma das prioridades de Lee Jae-Yong, o herdeiro do império Samsung e chefão de fato da companhia que acabou de deixar a cadeia.

A Samsung apresenta o Galaxy Note 9 provavelmente no próximo dia 9, mas é pouco provável que a empresa decrete o fim dessa linha de smartphones durante o seu evento de anúncio. Assim, teremos um vislumbre do que pode vir por aí apenas durante o anúncio do Galaxy S10, o que provavelmente acontece durante a MWC 2019, em fevereiro.