Quem acompanha as notícias sobre a Samsung já deve saber que a companhia provavelmente apresentará três modelos da família Galaxy S10 no início de 2019. Outra informação que vem ganhando cada vez mais corpo é a de que pelo menos dois representantes do trio terão um leitor de digital na tela.

Agora, o prolífico analista sul-coreano Ming-Chi Kuo, famoso por fazer previsões que muitas vezes se mostram acertadas, reforça essa ideia. Em seu mais recente relatório, divulgado no domingo (15), o analista da TF International Securities crava que a companhia de Seul lançará modelos de 5,8 polegadas, 6,1 polegadas e 6,4 polegadas.

Se tal informação se confirmar, os tamanhos dos novos Galaxy S10 serão bem parecidos com aqueles previstos para os novos iPhones de 2018 — a principal expectativa é de que a Apple lance modelos de 5,8 polegadas, 6,1 polegadas e 6,5 polegadas.

Leitor de digitais na tela

Para Kuo, um dos principais destaques do novo dispositivo da Samsung, especialmente em relação ao iPhone, o seu grande rival, será a “impressão digital na tela”, ou FOD, na sigla em inglês. A opinião do analista vai ao encontro de outras que surgiram ontem (16), de que apenas os dois principais modelos do S10 terão o leitor na tela e que o recurso utilizará de tecnologia ultrassônica em vez de um recurso óptico.

A estratégia da Samsung, aposta Kuo, será usar o leitor na tela como o protagonista do dispositivo, especialmente porque a Apple deve remover de vez os leitores de digitais de seus smartphones em 2018, apostando tudo no FaceID, o ótimo sistema de reconhecimento facial da empresa que ainda não pôde ser igualado pela Samsung.

As previsões de Kuo incluem ainda a aposta de que a Samsung fabricará 40 milhões de unidades do S10 em 2019, com a maior parte desse volume sendo dos dois modelos com telas maiores.