A HTC divulgou em maio que preparava o lançamento de um smartphone com tecnologia blockchain, mas, na época, não ofereceu mais informações a respeito do aparelho. Agora, a empresa taiwanesa volta à carga com algumas revelações e garantindo que o HTC Exodus chega aos primeiros compradores no terceiro trimestre de 2018.

A HTC lançou um site oficial para “o primeiro telefone-carteira fria com recuperação de chave” do mundo e afirma que a sua intenção é “expandir o ecossistema do blockchain” ao ser pioneira no desenvolvimento de um smartphone “dedicado a segurança e aplicativos descentralizados”. Já é possível se inscrever para receber mais informações e também para ser avisado sobre a pré-venda.

A fabricante destacou alguns detalhes do novo smartphone, como hardware confiável, suporte para múltiplos protocolos de segurança que trabalham de forma integradas, interface de usuário amigável, carteira universal de criptomoedas e dados e informações armazenadas localmente e não na nuvem.

A intenção da HTC é “duplicar ou triplicar” o número de nós da sua rede blockchain em comparação com o que existe hoje nas redes Ethereum e Bitcoin. A ideia, segundo a companhia, é “oferecer mais nós no caminho para a verdadeira descentralização”.

CryptoKitties

Outra novidade anunciada hoje (11) pela HTC é a parceria com o CryptoKitties, um jogo que usa o blockchain não para criar uma nova criptomoeda em si, mas sim uma série de gatinhos virtuais exclusivos. Esses bichanos, obviamente, podem ser adquiridos por alguma soma de moedas virtuais.

A parceria envolve o lançamento de um app do CryptoKitties para Android que está disponível atualmente apenas para o HTC U12+. Futuramente, é claro, ele estará presente na loja de apps descentralizada da HTC e poderá ser baixado no HTC Exodus — não fica claro se isso será possível também em outros gadgets da marca ou de outras fabricantes.