Atualmente com o Android, o Chrome OS e o misterioso Fuchsia como sistemas operacionais, a Google resolveu investir em mais uma plataforma, porém sem adquirir completamente os direitos. É o KaiOS, que recebeu US$ 22 milhões em financiamento da gigante norte-americana.

O principal motivo é firmar uma parceria para levar serviços e aplicativos da Google para aparelhos que rodem o sistema. Isso deve incluir o Maps, o YouTube, o buscador, o Assistente e muitos outros. O KaiOS está presente em feature phones, que são aqueles celulares baratos e nada potentes que não são smartphones — e se parecem mais os telefones "tijolões" ou Nokias antigos do final dos anos 90 e início dos anos 2000.

"Esse financiamento vai nos ajudar a um desenvolvimento em alta velocidade e entrega global de feature phones mais inteligentes com o KaiOS, nos permitindo conectar a vasta população que ainda não pode acessar a internet, especialmente em mercados emergentes", disse o CEO do KaiOS, Sebastien Codeville. A imagem que ilustra esta matéria mostra o Assistente rodando no "Banana Phone", da Nokia.

Qual o motivo?

Os feature phones ainda são usados em vários países de condições econômicas menos desenvolvidas, ou mercados de alta desigualdade social. Segundo o Engadget, pesquisas recentes indicam que sistemas operacionais de telefones básicos são mais usados que o iOS, por exemplo.

O KaiOS começou a funcionar em 2017 e é uma espécie de filho do projeto fo Firefox OS. Nokia, Micromax e Alcatel são algumas das fabricantes que lançam dispositivos com o sistema.

Cupons de desconto TecMundo: