A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) iniciou o bloqueio aos celulares piratas no Brasil nesta quarta-feira (09). Dessa maneira, os aparelhos que chegaram ao país de maneira irregular não vão mais conseguir realizar ligações, enviar mensagens SMS e navegar em redes móveis.

Inicialmente, os locais afetados serão Goiás e Distrito Federal. Quando novas regiões forem bloqueadas, você poderá saber mais detalhes aqui no TecMundo. Contudo, por enquanto a Anatel divulgou o seguinte:

  • Acre, Rondônia, São Paulo, Tocantins, região Sul e demais estados da região Centro-Oeste: notificações a partir de 23 de setembro de 2018; bloqueios a partir de 8 de dezembro de 2018;
  • Nordeste e demais estados das regiões Norte e Sudeste: notificações a partir de 7 de janeiro de 2019; bloqueios a partir de 24 de março de 2019.

Vale notar que não são todos os aparelhos piratas que serão bloqueados, mas sim apenas aqueles que foram registrados do dia 22 de fevereiro de 2018 em diante. Os celulares piratas que foram registrados nas operadoras brasileiras antes desta data não sofrerão qualquer tipo de bloqueio.

"Eu tenho um celular novo e pirata, o que vai acontecer?": você vai receber um alerta sobre o caráter irregular do smartphone e será informado da desativação, que acontecerá em até 75 dias. Após o bloqueio, você terá um aparelho que funciona apenas sem rede móvel. Ou seja: você poderá acessar a rede WiFi.

E o meu Xiaomi?

Fique calmo. Se você tem um celular importado, seja chinês ou de outra fabricante, não há problemas. O motivo? Aparelhos da Xiaomi, OnePlus, Oppo etc possuem seus IMEIs legítimos e registrados na GSMA.

Cupons de desconto TecMundo: