A fabricante chinesa Meizu acabou se destacando em meio aos lançamentos de smartphones do ano simplesmente por não fazer grandes mudanças no visual. Os celulares da linha Meizu 15, anunciados no domingo (21), não tem entalhes na tela, bordas finas na parte superior e inferior ou mesmo uma curvatura nas laterais. Na verdade, eles têm um estilo bem parecido com o do iPhone 6, lançado em 2014 e utilizado até hoje pela Apple.

A série é formada por três aparelhos: o Meizu 15 Lite, com tela LCD de 5,46 polegadas e processador Snapdragon 626; o Meizu 15, equipado com visor OLED do mesmo tamanho e um Snapdragon 660; e o Meizu 15 Plus, com tela OLED de 5,95 polegadas e processador Samsung Exynos 8895, o mesmo utilizado na versão brasileira do Galaxy S8.

O tradicionalismo continua nas funções dos aparelhos, que tem entrada de 3,5 mm para fones de ouvido e sensor biométrico de digital em um botão na parte da frente, coisas que estão ficando cada vez mais raras em vários lançamentos atuais. Os dois modelos mais simples terão 4 GB de memória RAM, enquanto o Plus terá 6 GB de RAM. Todos têm câmera frontal de 20 MP e os exemplares mais poderosos virão com um conjunto de câmera dupla de 12 MP e 20 MP na traseira.

Como esperado, os aparelhos da empresa usam uma versão do Android modificada batizada de Flyme, que está em sua sétima versão. Os preços convertidos são de US$ 270 para o Lite, US$ 400 para o 15 e US$ 475 para o Plus. As vendas terão início na China a partir do dia 29 de abril.

Cupons de desconto TecMundo: