Mais de 200 estudantes de teologia se reuniram nesta segunda-feira (16) para um curso de uma semana, em Roma, com o objetivo de aprender a expulsar demônios. Até aí, nada anormal. Acontece que as aulas também incluem um item quase onipresente em nossa sociedade moderna: o smartphone, que poderá ser utilizado durante exorcismos.

Ajuda dos telefones seria bem-vinda para diminuir os casos de possessão, que, segundo professor do curso, “definitivamente aumentaram”

Nas aulas, os participantes, entre eles padres, aprendem com leituras e palestras uma série de tópicos, entre eles como identificar bruxaria e notar diferenças entre possessões satânicas e doenças mentais; além de um guia, passo-a-passo, para mandar embora entidades do além — incluindo falas espirituais que funcionariam à distância, com o uso de telefones. “Eles me ligam e falamos, é assim que eu faço”, diz o cardeal albanês Ernest Simoni, de 89 anos, que não vê muita diferença entre ler as orações em latim via celular e evocar as mesmas frases em um ritual presencial.

Essa “extensão do exorcismo” seria uma forma de lutar contra uma crescente horda de forças malignas, segundo o professor Giuseppe Ferrari, organizador do “Curso de Exorcismo e Oração da Libertação”, aprovado pelo Vaticano. “O número de exorcismos definitivamente aumentou ao longo dos anos, à medida que os pedidos de exorcismo aumentaram. Esse curso se torna muito útil porque prepara sacerdotes com uma visão multidisciplinar da situação.”

exorcista

Não há números sobre essa alta de casos citados por Ferrari e ainda não dá para saber exatamente se uma sessão com gadget já funcionou. Mas se for para ajudar a diminuir a incidência dos adoradores do Diabo, por que não, né?

Curso também prepara “exorcistas ajudantes” nos moldes de “Código da Vinci”

Quem já leu os livros de Dan Brown ou viu as adaptações de “Código da Vinci”, “Anjos e Demônios” e “Inferno” no cinema, sabe que nem todo mundo que ajuda o Vaticano contra as forças do mal são padres ou teólogos. A Igreja Católica decidiu então aproveitar a popularidade dessas obras para ampliar sua “armada” com “exorcistas ajudantes”.

A palestra “Anjos e Demônios na Sagrada Escritura e nos Ensinamentos da Igreja” é destinada para estudantes, incluindo mulheres, que receberão um certificado para poder auxiliar e estar presente durante ritos de expulsões satânicas — a ajuda viria em forma de orações e apoio moral.

código da vinci

O exorcismo, contudo, só pode ser acionado quando médicos são incapazes de explicar o comportamento de uma pessoa considerada endemoniada. E, mesmo assim, é exclusivo aos padres e pessoas com permissão de bispos ou de licenças especiais.

Cupons de desconto TecMundo: