Mais um smartphone defeituoso (e consideravelmente antigo, vale notar) acaba de resultar em uma morte trágica na região de Kheriakani, na Índia. A vítima foi Uma Oram, uma jovem de 19 anos que usava o celular – um Nokia 5233 – para conversar com familiares. Foi então que, ao ser colocado para carregar, o aparelho simplesmente explodiu.

Segundo o jornal Metro, Uma teria ficado inconsciente de imediato ao ser atingida, além de sofrer ferimentos nas mãos, na perna e no peito. A jovem chegou a ser encaminhada para um hospital local, mas acabou falecendo. Você pode conferir o que sobrou do celular nas imagens abaixo:

Diante de todo o caso, a HMD Global lembrou, através de uma declaração ao site BGR, que o celular envolvido no incidente não faz parte da atual Nokia nem foi fabricado por eles:

“Nós estamos profundamente tristes de saber do infeliz incidente envolvendo uma menina de 19 anos de idade. O dispositivo móvel em questão não foi fabricado ou vendido pela HMD Global, a nova casa dos celulares Nokia, estabelecida em dezembro de 2016 para criar uma nova gama de aparelhos. Como a HMD Global, nós estamos comprometidos em produzir aparelhos que entregam uma experiência de usuário e alcançam altas expectativas do consumidor.”

Vale notar, por fim, que a polícia já visitou o local em busca de evidências do ocorrido. O corpo de Uma, por sua vez, foi levado para ser examinado.

Cupons de desconto TecMundo: