Um programa criado pelo governo de Pernambuco vem trazendo resultados bastante satisfatórios para a populaçãono que toca a recuperação de celulares roubados. Chamado de Alerta Celular, ele cadastra celulares de usuários no estado e, com isso, ajuda a polícia a encontrar os verdadeiros donos de aparelhos recuperados.

Desde março de 2017, quando foi lançado, o Alerta Celular já ajudou a devolver cerca de 800 aparelhos dos 1.372 recuperados pelas autoridades — 58% do total. O cadastramento utiliza dados como CPF, email e telefone de contato dono e também o número do IMEI do dispositivo. IMEI é a “impressão digital” do gadget, uma sequência numérica única que identifica o portátil.

De acordo com o G1, 120 mil pessoas foram cadastradas no programa durante o seu primeiro ano de funcionamento. A polícia incentiva que as pessoas continuem se cadastrando para que, cada vez mais, os celulares recuperados possam ser redirecionados aos seus verdadeiros donos.

“Nós vamos ter mais trabalho para localizar e identificar a vítima do que se eles [os celulares] estivessem cadastrados no Alerta Celular”, informa o delegado Humberto Ramos. “Esse trabalho envolve toda uma checagem junto às operadoras para que nós possamos identificar o proprietário”, prossegue.

Para o governo estadual, a iniciativa ajuda também na prevenção ao roubo de smartphones, inclusive com a significativa redução e 30% no número de assaltos nos dois primeiros meses do ano em relação ao mesmo período de 2017.

Faça o seu cadastro

Para se cadastrar, basta acessar o site da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco e acessar o menu “Alerta Celular”. Lá, você deve informar dados pessoais e o IMEI do dispositivo. Para descobrir o IMEI, olhe a etiqueta colada na caixa do seu aparelho ou então digite *#06# no aplicativo de ligações do seu gadget.

Cupons de desconto TecMundo: