A fabricante chinesa Vivo chamou bastante a atenção durante a MWC 2018 com um conceito de smartphone chamado APEX FullView, que tinha quase 100% da parte frontal ocupada pela tela. Uma das maneiras de conseguir isso foi escondendo a câmera de selfie, que fica dentro do corpo do aparelho e só aparece quando você abre algum aplicativo de fotografia.

Pois ao que tudo indica, a empresa chinesa não foi a primeira a ter essa ideia. Uma patente da Essential Products, companhia responsável pelo Essential Phone, datada de maio de 2016 mostra um conceito muito semelhante ao da Vivo. Um link para o documento foi publicado no Twitter por Andy Rubin, criador do Android e fundador da Essential, em resposta a outro usuário.

Um desenho de dois celulares.Câmera escondida mostrada na patente da Essential.

A patente está registrada com o título “Aparatos e métodos para maximizar a área da tela de um dispositivo móvel”, em tradução livre. Outra implementação mostrada é parecida com o provável visual do Xiaomi Mi Mix 2S, com a câmera colocada em um dos cantos superiores e integrada à barra de notificações. A ideia é que ela funcione também como um botão de atalho para abrir o aplicativo da câmera.

Um desenho de um smartphone.Esquema mostra conceito de câmera frontal semelhante ao que provavelmente será visto no Xiaomi Mi Mix 2.

Apesar de terem sido feitos em 2016, não é possível afirmar se a Essential pretende mesmo utilizar algum dos conceitos na segunda versão do smartphone. No fim das contas, a companhia acabou usando o famoso entalhe para a câmera frontal, que mais tarde foi popularizado pela Apple com o iPhone X.

Cupons de desconto TecMundo: