Qualcomm anunciou uma nova série de processadores durante a MWC 2018. A linha Snapdragon 700 foi criada para ficar em uma posição intermediária no portfólio da empresa, entre o Snapdragon 845, utilizado nos tops de linha, e a série 600, que aparece em celulares mais baratos. O objetivo é levar inovações vistas no 845 para mais aparelhos, principalmente de fabricantes chinesas.

Entre elas estão melhorias para câmeras e inteligência artificial. A Qualcomm promete entregar resultados até duas vezes melhores que o Snapdragon 660 para aplicativos de IA. Já para quem gosta de fotografia, o novo chipset utiliza o processador de imagem Qualcomm Spectra, que tem um sensor de profundidade aprimorado, o que deve ser bom não só para as imagens, mas também para experiências em realidade aumentada e escaneamento de rostos.

A linha Snapdragon 700 foi criada para ficar em uma posição intermediária no portfólio da empresa.

A série 700 também traz suporte à tecnologia Quick Charge 4+, criada para encher até metade da carga do aparelho em 15 minutos. Novas arquiteturas devem aperfeiçoar a performance e a eficiência das baterias, com a empresa falando em resultados até 30% melhores. Há também evoluções na área de conectividade, como o Bluetooth 5 e 4G ultra-rápido.

Qualcomm vai começar a entregar os primeiros chipsets Snapdragon 700 ainda no primeiro semestre de 2018. Levando em consideração o calendário das fabricantes, é possível que smartphones equipados com os novos processadores só sejam anunciados no próximo ano.