O Departamento de Polícia de Elk Grove tem sofrido um bocado de dores de cabeça por culpa da ferramenta de chamadas de emergência do iOS 11. O motivo? Aparentemente, desde o lançamento da nova versão da plataforma, os policiais receberam em torno de 1,6 mil alarmes falsos de aparelhos da Apple – todos vindos do centro de reparos e recondicionamento da companhia na região.

“Nós temos visto essas ligações pelos últimos quatro meses da Apple”, explicou o policial Jamie Hudson ao jornal CBS Sacramento. “Nós somos capazes de ver rapidamente de onde a ligação está vindo, então quando nós recebemos uma da Apple, o endereço vai aparecer com a localização dela”, continuou Hudson, que ainda detalhou que as chamadas normalmente não têm ninguém do outro lado da linha.

Vale notar que eles não são os únicos a passarem por isso. O Centro de Comunicação do Departamento do xerife do condado de Sacramento também está recebendo essas chamadas, embora em um número muito menor. Segundo eles, foram 47 ligações desde 1 de janeiro, com relatos dos atendentes de, por vezes, ouvirem os técnicos da Apple trabalhando, ao fundo.

Uma falha atualmente em investigação

Uma vez que esses números representam praticamente 20 chamadas falsas diárias, não deve ser surpresa saber que os policiais consideram isso bastante preocupante. Afinal, uma chamada dessas pode ocupar uma linha de emergência em um momento crucial, esse problema pode colocar muitas pessoas em risco.

Diante de tudo isso, por fim, a Apple afirmou estar ciente dos ocorridos e que está levando a questão à sério, trabalhando junto da polícia para investigar a causa do problema. A polícia de Elk Grove, por sua vez, disse está fazendo o possível para que isso não tenha impacto em seu trabalho, e que a segurança pública não está em perigo mesmo com a falha.