O site da FCC, órgão que regulamenta as telecomunicações nos Estados Unidos, antecipou aquilo que pode ser um dos principais recursos dos novos Moto E5 e Moto E5 Plus. De acordo com a publicação, ambos os dispositivos de entrada da Motorola (código XT1922-4 e XT1922-5) contarão com bateria de 4.000 mAh.

Se confirmados, esses recursos indicam uma evolução para a versão básica do aparelho, mas uma regressão para a versão Plus: isso porque o Moto E4 tinha bateria de 2.800 mAh, enquanto o Moto E4 Plus contava com um tanque de 5.000 mAh. Mesmo assim, é possível afirmar que os gadgets terão energia de sobra, especialmente se levarmos em conta as suas especificações mais simples.

A principal expectativa é que o Moto E5 venha com tela IPS LCD de 5 polegadas, processador MediaTek octa-core de 1,4 GHz, 3 GB de memória RAM e 32 GB para armazenamento interno. Visualmente, ele deve ser basicamente igual ao seu antecessor, com a diferença de abandonar o sensor biométrico na parte frontal — o recurso será posicionado na parte traseira, abaixo da câmera.

Os Moto E4 e E4 Plus foram anunciados em junho de 2017, então, é provável que os seus sucessores sejam apresentados oficialmente somente no final do primeiro semestre de 2018.