A Apple já está sendo investigada na França pela questão bateria x desempenho de iPhones. Agora, segundo a Reuters, tanto a Maçã quanto a Samsung estão sendo investigadas na Itália com a alegação de que as companhias possuem "uma política comercial que se aproveita da falta de certos componentes para reduzir o desempenho de seus produtos e induzir os consumidores a comprar novas versões". A Samsung negou publicamente que diminui o desempenho de seus smartphones em prol da autonomia.

No Brasil, o PROCON enviou uma notificação para a Apple

Um dos principais problemas levantados pela agência antitruste italiana é que as companhias, Samsung e Apple, não alertam os usuários sobre possíveis quedas de desempenho após atualizações de sistema, algo que comprovadamente acontece com os iPhones.

Caso você não conheceça essa expressão, a obsolescência programada é uma teoria que diz o seguinte: as empresas desenvolvem seus produtos com "data marcada" para virem problemas, ou atualizações que o defasem. Dessa maneira, o consumidor se vê "obrigado" a comprar um aparelho mais novo.

Até o momento, a Samsung e outras fabricantes de celulares Android negaram que as atualizações são pensadas para desacelerar o desempenho de smartphones.

Cupons de desconto TecMundo: