Gear Fit2 Pro é um relógio da Samsung feito para quem quer qualidade na hora de rastrear as próprias atividades físicas, sejam elas corridas, ciclismo ou até mesmo natação. Por um lado, o aparelho vestível é legal porque tem uma resistência realmente muito boa a água e vem com várias funções tanto de um smartwatch quanto de um fitness tracker. Por outro, ele não chega ao mesmo nível dos aparelhos mais avançados e, mesmo assim, custa bem caro por aqui.

Considerando tudo isso, você provavelmente deve estar com uma dúvida bastante simples: será que o Gear Fit2 Pro está valendo o gasto? Confira agora nossa análise completa do produto para conhecer todos os recursos e saber como foi a nossa experiência de uso ao longo de 2 meses.

Visual “barato”, mas funcional

Começando pelo formato, o Fit 2 Pro tem aquele design esticado que se popularizou com as principais fitness bands do mercado. É um estilo bem esportivo, que combina com a prática de exercícios físicos, mas que provavelmente não vai cair muito bem com roupas de festa ou trajes muito formais. Dessa forma, caso você se preocupe com essas coisas, é bom manter esse detalhe em mente.

Após algumas semanas de uso, já era possível ver riscos na tela e desgaste na pulseira

O relógio propriamente dito é feito de plástico rígido, o que garante a resistência, mas não passa uma sensação muito grande de qualidade. A tela também é de um material plastificado e parece bem resistente contra o perigo de rachaduras, mas em algumas semanas de uso já surgiram vários risquinhos visíveis no display – ou seja, é uma boa ideia se prevenir e comprar uma película própria para esse relógio. Pesquisando na internet, encontrei opções que servem tanto para o Gear Fit2 quanto para o Fit2 Pro e custam entre R$ 11 e R$ 15.

Na lateral estão os botões de navegação e na parte de baixo fica o sensor de batimentos cardíacos, mas essas duas coisas serão explicadas mais para baixo no texto. A pulseira do relógio é de borracha, e você pode escolher se quer a versão grande ou a pequena quando vai adquirir o aparelho propriamente dito, então é bom ficar esperto para comprar a que for mais adequada para o seu pulso. Depois de pouco mais de 1 mês de uso, já deu para ver um pouco de desgaste nessas partes emborrachadas, especialmente perto da fivela.

Samsung Gear Fit 2 Pro relógio

Além do modelo que recebemos, que é todo preto e tem a pulseira com um padrão de listras paralelas, o smartwatch está disponível em uma versão que é preta na parte mais externa e vermelha na que é voltada para o pulso do usuário. Aqui vale falar também que as pulseiras não podem ser trocadas livremente, mas podem ser substituídas em uma assistência da Samsung se sofrerem danos.

Confortável até para nadar

Usar o relógio foi algo que eu achei bem confortável. A Samsung recomenda que você não o use muito apertado, mas também não adianta nada deixá-lo folgado demais se você quiser que ele consiga ler seus batimentos cardíacos. A fivela do Pro melhorou em comparação com o Gear Fit2 comum, ficando mais parecida com a de um relógio comum, o que é bom para que ele não se solte enquanto você estiver nadando.

Para mim, o elemento mais legal do design do Fit2 Pro é justamente a resistência a água em até 5 ATM de pressão. Teoricamente, isso significa que o aparelho aguenta ser submerso em até 50 metros de água, mas na prática a Samsung não recomenda que você o use quando for mergulhar, nadar no mar ou praticar qualquer esporte que envolva ondas, cachoeiras ou correntezas.

Samsung Gear Fit 2 Pro relógio

A resistência do dispositivo é boa mesmo para quem curte a boa e velha natação em piscinas comuns. Nesse tipo de situação, o relógio aguenta muito bem e consegue até fazer umas medições legais. No entanto, antes de entrar nesses detalhes, vamos falar sobre a tela do relógio.

Tela brilhante e colorida

O display do Fit2 Pro vem com um painel Super AMOLED curvo de 1,5 polegada e tem resolução de 432x216 pixels. Pode até parecer pouco, mas para um smartwatch com os recursos do Gear isso é mais que o suficiente. As cores da tela são variadas e destacadas e permitem a uma variedade enorme de faces legais para o relógio, além de destacarem bem todos os elementos exibidos.

O nível do brilho também é muito bom, e é fácil enxergar o conteúdo da tela mesmo quando você está sob sol forte. Deixei de brilho no nível 7 quase em tempo integral e não tive dificuldades, mas é possível subir até o 11 se você sentir a necessidade. Além disso, dá para reduzir a intensidade caso o clarão do relógio aceso o incomode no escuro.

Samsung Gear Fit 2 Pro relógio

Navegação intuitiva

O Gear Fit2 Pro vem com uma versão do sistema operacional Tizen, que é uma plataforma própria Samsung. Na home, você encontra as informações principais de hora e data, além dos seus dados de passos, calorias e batimentos cardíacos. O visual que vem de fábrica é bonito e funcional, mas, se você quiser, basta tocar e segurar para trocar a face do relógio. Ele já vem com opções extras, mas você pode baixar mais na loja Galaxy Apps – incluindo a cara do Darth Vader, entre muitos outros temas legais para download gratuito e pago.

Deslizando para a tela da esquerda, você pode ver as notificações que receber no celular pareado e escolher entre frases prontas e emojis para responder às mensagens recebidas. É possível usar o app Samsung Gear no smartphone para limitar quais apps podem mandar alertas para o relógio, evitando incômodo com vibrações frequentes demais no seu pulso.

Samsung Gear Fit 2 Pro relógio

Já indo para a direita, você encontra widgets para várias funções do dispositivo, como registro de atividades, contador de passos, batimentos cardíacos e controle de atividades físicas. Além da home e da tela de notificações, você pode escolher até oito funções para adicionar a esse acesso facilitado, totalizando 10 telas.

Arrastando o dedo de cima para baixo, você puxa uma gaveta com atalhos para controlar o brilho da tela, ativar o modo não perturbe para desligar notificações, acessar o player de música do relógio ou bloquear a tela quando for entrar na água. Em geral, dá para dizer que todos esses gestos de deslizar funcionam bem se você os executar com calma. Como a tela é pequena, eles podem não dar certo se você tentar mover o dedo muito rápido.

Samsung Gear Fit 2 Pro relógio

Além disso tudo, a navegação conta com auxílio das duas teclas físicas na lateral. O botão maior funciona do mesmo jeito que a tecla "voltar" de um smartphone. Já o menor serve para abrir e fechar a lista completa de aplicativos instalados no relógio.

Hardware e conectividade

Seguindo para o hardware, não temos informações sobre o processador do Fit2 Pro, mas sabemos que por dentro ele tem 512 MB de memória RAM. Pode parecer pouco, mas é mais que suficiente para o relógio conseguir executar todas as suas funções com agilidade e sem travar.

Além disso, ele tem 4 GB de armazenamento interno, mas o sistema e os aplicativos que vêm de fábrica já ocupam metade disso. Os cerca de 2 GB que sobram podem ser usados para instalar outros apps disponíveis na loja Galaxy Apps ou para baixar músicas que estiverem salvas no seu smartphone. Se você instalar o Spotify no relógio e tiver uma conta premium, também dá para baixar músicas por lá.

A conexão com o smartphone acontece por meio de Bluetooth, que pode ser usado para parear o smartwatch diretamente com fones de ouvido sem fios. Nesse caso, se você tiver baixado músicas para o Fit2 Pro, não vai precisar levar o celular para curtir um som enquanto faz seus exercícios. Além disso, o relógio pode se conectar a redes WiFi diretamente; assim você vai poder controlá-lo remotamente com seu celular mesmo se estiver fora do alcance do Bluetooth.

Especificações Gear Fit 2 Pro

Medições automáticas

O Fit2 Pro vem com seu próprio chip de GPS, então ele consegue gravar as rotas das suas corridas sem precisar de um smartphone. Durante os meus testes, o relógio deu conta de registrar as trajetórias muito bem, sem erros perceptíveis. Mesmo assim, vale dizer que usar o GPS faz a bateria do aparelho ser drenada bem mais rápido. Além disso, os recursos de GPS e WiFi permitem encontrar o relógio com o seu celular – ou vice-versa.

Samsung Gear Fit 2 Pro relógio

O sensor de batimentos cardíacos funciona muito bem, e você pode programar o Fit 2 Pro para medir seu ritmo cardíaco o tempo todo ou em intervalos regulares, o que economiza um pouco de bateria. O relógio também consegue usar os dados dos sensores todos para detectar automaticamente quando você começou a praticar algum exercício. Ele até é capaz de distinguir sozinho se você iniciou uma caminhada, corrida, volta de bicicleta ou bateria de natação. O problema aqui é que ele nem sempre acerta nessa adivinhação.

Enquanto usei o relógio, várias vezes ele achou que eu estava andando de bicicleta, quando na verdade estava apenas dirigindo meu carro – e meus batimentos cardíacos nem estavam acima do normal. Para quem quiser garantir que esses alarmes falsos não poluam o histórico de atividades, dá para ir até o app Samsung Health no celular e excluir esses registros errados.

Acompanhando seus exercícios

Se você quiser mais precisão na medição que for fazer, é só abrir o app de exercícios no Fit2 Pro para escolher qual tipo de atividade pretende começar. Aqui, você pode especificar o tipo de atividade que vai executar, determinar uma meta de distância ou de tempo, decidir se vai ou não fazer paradas e até pedir para ser avisado quando for hora de descansar um pouco.

Samsung Gear Fit 2 Pro relógio

A única falha que encontrei nessas medições foi justamente enquanto estava nadando. Eu programei duas medidas completas em uma piscina de 25 metros, mas acabei parando no meio da primeira para ajustar meus óculos. Quando fui ver o resumo depois, o relógio tinha contado como se eu tivesse nadado três piscinas e totalizado 75 metros, e não os 50 metros reais. Ou seja, se você quiser dados confiáveis sobre velocidade e tempo, vai ter que considerar só as vezes em que completar as voltas programadas sem interrupções.

Além do app geral de exercícios que vem instalado, o Gear Fit2 Pro dá suporte a aplicativos de terceiros para medir atividades, como o app da Speedo, por exemplo, que é voltado especificamente para natação.

Cuidando da sua segurança e do seu sono

Outra função legal é que você pode programar um sistema de mensagem de SOS usando o relógio. Você cadastra números de contatos de emergência no app do Samsung Gear no celular pareado, e aí é só apertar o botão menor do relógio três vezes para mandar um SMS pedindo socorro. As pessoas que você registrar vão receber uma mensagem com um link que podem usar para rastrear a sua posição por 1 hora pelo GPS do relógio. Se você tem medo de sofrer um sequestro ou de se perder em um local remoto, esse recurso deve oferecer alguma segurança.

Samsung Gear Fit 2 Pro SOS

O Gear Fit2 Pro também consegue ajudar você a acompanhar a qualidade do seu sono. Você pode usar o Samsung Health para estabelecer uma meta de hora para dormir e acordar. O relógio vai usar essas informações para avaliar se você tem conseguido cumprir seus objetivos e, caso deseje, até pode mandar alertas quando for hora de dormir. Além disso, ele registra resumos diários de quanto tempo de sono profundo, leve ou inquieto você teve em cada noite.

A bateria dura bastante? Depende

A bateria do Fit2 Pro tem 200 mAh, o que parece pouco para quem está acostumado com os números de smartphones, mas dá um bom caldo em um relógio. Mesmo assim, a duração das reservas de energia do Fit2 Pro vai depender das configurações que você determinar e dos recursos que usar no aparelho.

O tempo entre recargas pode variar de menos de 14 horas a quase 3 dias dependendo das configurações e dos recursos que você utilizar

Escolhendo a medição de batimentos cardíacos intermitente, desligando o GPS e o WiFi e fazendo a tela ligar só quando eu erguia o pulso, o relógio conseguiu aguentar quase 3 dias inteiros sem precisar de recarga. Já usando GPS e WiFi, ativando o display Always On e rastreando as batidas do meu coração o tempo todo, ficou um pouco difícil que ele aguentasse mesmo apenas um dia sem ter que ser recarregado.

No fim das contas, acabei escolhendo deixar tudo ligado, exceto o display Always On, e isso já foi o suficiente para o dispositivo durar 2 dias sem recarga e só me forçar ligar o modo de economia de energia na volta para casa no segundo dia – o que para mim está satisfatório em um relógio inteligente.

Samsung Gear Fit 2 Pro relógio

Para recarregar, você precisa colocar o relógio na base que vem junto na caixa. Ela vem com um conector USB, o que é prático para quem quer ligá-la em um PC durante o dia para poder usar o relógio também para rastrear o sono de noite. Nesse tipo de situação, o Fit2 Pro leva 1 hora e meia para ir de zero a 100% de carga. O lado ruim é que, como ele não vem com um plug próprio para tomada, você vai ter que se programar para não precisar recarregar seu celular e o relógio ao mesmo tempo – ou então terá que arranjar um conector extra mesmo.

Vale a pena?

Aqui no Brasil, o preço oficial que a Samsung está cobrando pelo Gear Fit2 Pro são R$ 999, mas já é fácil encontrar o relógio por um pouco menos que isso se você pesquisar na internet. Por esse valor, o aparelho vem realmente como uma opção que fica entre os fitness bands um pouco mais básicos e os smartwatches mais completos.

Por um lado, isso é bom para quem quer um aparelho versátil, mas sem passar muito dos R$ 1 mil. Por outro, é ruim porque existem algumas opções no mercado que são só um pouco mais simples, mas que saem por bem menos, ou que têm design e recursos bem mais legais e custam só um pouco mais caro. Sem falar que, para um aparelho nessa faixa de preço, o Fit 2 Pro acaba deixando a desejar nos quesitos de durabilidade e elegância, o que não é nada legal.

-----

Mas e aí, o que você achou do Gear Fit 2 Pro? Mande a sua opinião e qualquer dúvida que tiver sobrado aí nos comentários, que eu respondo assim que puder, ou então fale comigo pelo perfil @leobrjor no Twitter ou no Instagram. Está querendo comprar um? Então confira os links a seguir para encontrar os melhores preços.

Opção de compra

Cupons de desconto TecMundo: