A Essential Phone surpreendeu muita gente com o seu primeiro aparelho, um gadget moderno, com design arrojado e apelo de luxo. Contudo, o seu desempenho em vendas passou longe do esperado, com estimativas apontando para apenas 5 mil unidades comercializadas.

Contudo, é possível que o volume de vendas seja bem maior do que isso: cerca de 50 mil aparelhos negociados. Essa nova estimativa vem do número de downloads do aplicativo de câmera do aparelho, que só pode ser baixado no próprio Essential Phone. Como o primeiro boletim de vendas de companhias que analisam o mercado é de setembro, pode-se acreditar em um gás nas vendas ao longo dos últimos meses.

Vale lembrar que a companhia reduziu o preço do dispositivo em US$ 200 no final de outubro, movimentação capaz de deixá-lo mais competitivo no mercado de flagships. Seu preço oficial de US$ 500 combinado com a impulsão das vendas em eventos como Black Friday e Cyber Monday (e até mesmo as vendas de Natal) podem ter ampliado significativamente o número de unidades do EP-1.

Essential PhoneModerno e modular, Essential Phone pode ter vendido 50 mil unidades desde o seu lançamento, em agosto de 2017.

É importante ressaltar também que o aparelho entrou em pré-venda em agosto deste ano, cerca de cinco meses atrás. Outro ponto que não pode ficar de fora é o fato de o Essential Phone ser produzido por uma startup que vende apenas no EUA e duela contra os principais lançamentos do ano, como iPhone X, Galaxy S8Pixel 2 e LG G6, entre tantos outros.

Será que 2018 marcará a continuação desse aumento de vendas do EP-1?