Um fotógrafo chamado Dan Provost publicou nesta semana um teste em que as câmeras dos iPhones X7 Plus são comparadas em condições de pouca iluminação. Provost queria saber especificamente o quão melhor seria a lente zoom do novo celular na comparação com seu antecessor.

Para obter resultados palpáveis, Provost colocou os dois aparelhos no mesmo ambiente e focados no mesmo objeto com zoom ativado. Em seguida, ele foi aumentando a luminosidade gradualmente para ver em que momento os aparelhos começariam a usar as lentes zoom em ambientes com pouca luz. O iPhone X começou a utilizar a lente zoom bem antes, quando a claridade estava em 16 lx (lumem por metro quadrado). O iPhone 7 Plus conseguiu o mesmo quando o ambiente já estava com 88 lx.

Provost explicou que o teste é relevante porque, quando o iPhone 7 Plus foi lançado, fotógrafos descobriram que, em condições de baixa luminosidade, o aparelho não usava a lente zoom mesmo quando o usuário apertava no botão de zoom “2X” na interface da câmera. Em vez disso, o sistema aplicava zoom digital sobre a foto do sensor principal.

A lente grande angular do aparelho gerava resultados melhores mesmo com zoom digital de 2X

A explicação oficial da Apple era de que, nessas condições, a lente grande angular do aparelho gerava resultados melhores mesmo com zoom digital de 2X. Ou seja era melhor ter uma “foto pixelizada” da câmera principal do que uma natural da com zoom fixo. Isso acontecia por conta da diferença de abertura entre as duas, entre outras características.

O teste feito por Provost prova que a Apple melhorou significativamente a câmera com zoom fixo no iPhone X na comparação com seu antecessor, considerando que ela pode ser usada em situações de luz bem piores. A lente zoom do iPhone X tem 12 MP, abertura f/2.4 e sensor de 52 mm com estabilização óptica. A do iPhone 7 Plus, por sua vez, também fica nos 12 MP, mas a abertura cai para f/2.8 e não há estabilização óptica.

Cupons de desconto TecMundo: