Em 2009, a Microsoft esteve trabalhando em uma espécie de caderno digital que poderia facilitar a vida de muita gente que precisava de algum dispositivo apenas para navegar na web, fazer anotações e organizar sua vida. O aparelho teria basicamente o formato de um Moleskine e viria com uma caneta digital. Hoje (26), rumores de que a empresa estaria trabalhando novamente em um aparelho semelhante a esse voltaram a surgir.

Segundo fontes do Windows Central, o aparelho dessa vez seria menor, funcionando basicamente como uma agenda de bolso, só que digital e com tela dobrável. Ele teria funcionalidades telefônicas, como um smartphone, mas não seria exatamente um substituto para esse tipo de aparelho, mas sim algo complementar para quem faz muitas anotações. A dita fonte chega a comentar sobre o falecido “Microsoft Courier”, o dispositivo de 2009 com duas telas que deveria substituir cadernos de tamanho grande.

O novo aparelho da Microsoft, entretanto, teria várias funções voltadas para o uso de uma caneta stylus, tanto para anotação, como para desenho e tratamento básico de imagens. Por isso, é possível que a empresa desenvolva ainda mais seus softwares voltados para esse tipo de produção que já estão no Windows 10 para que, quando o dispositivo realmente estiver no mercado, já existam possibilidades interessantes para serem adaptadas.

Não sabemos se ele conseguirá rodar programas Win32 tradicionais do Windows, mas a probabilidade de isso acontecer é baixa

Não sabemos se ele conseguirá rodar programas Win32 tradicionais do Windows, mas a probabilidade de isso acontecer é baixa considerando que, quando dobrado, esse novo aparelho conhecido como “Andromeda” poderia ser levado no bolso. Em outras palavras, a tela seria muito pequena para isso. Dessa forma, a questão do software fica realmente nebulosa, uma vez que o Windows 10 Mobile foi descontinuado.

Seja como for, o tal dispositivo deve ser lançado com chips Snapdragon da Qualcomm na arquitetura ARM. Até dezembro deste ano, parceiras da Microsoft devem lançar alguns modelos de notebooks híbridos com Windows 10 padrão rodando no Snapdragon 835. Ainda não temos ideia de como deve ser a performance desses modelos, mas caso eles sejam bem aceitos, é possível que o tal projeto Andrômeda se concretize. A estimativa é que o modelo leve pelo menos mais um ano para ser lançado pela empresa.

Cupons de desconto TecMundo: