Um novo rumor aponta que a Intel encerrou a marca própria de óculos de realidade aumentada. Chamada Recon, ela fazia parte da companhia desde 2015, quando foi adquirida por uma quantia não revelada — informações da época apontam para um negócio de US$ 175 milhões. A divisão contava com 100 funcionários e seria responsável pela criação de um dispositivo estilo Google Glass dedicado à prática esportiva.

Segundo a Bloomberg, fontes inteiradas do tema garantem que a unidade responsável pela criação do dispositivo vestível de realidade aumentada foi encerrada no final de setembro. Apesar disso, outra pessoa com informações privilegiadas sobre essa movimentação afirma que a Intel pretende cumprir os atuais contratos envolvendo óculos inteligentes.

Além disso, uma porta-voz da Intel garantiu também que a empresa continuará a trabalhar em tecnologias baseadas em realidade virtual e realidade aumentada, porém sem dar mais detalhes sobre quais os planos imediatos da empresa para esse setor.

Cupons de desconto TecMundo: