O Galaxy Note 7 foi, sem dúvida, o grande fracasso da história da Samsung no mundo mobile. Nem mesmo as tentativas de recall deram certo e a fabricante encerrou a vida do modelo de forma bastante precoce, levantando muitas dúvidas sobre o que viria depois para essa linha de smartphones.

Eis que, depois de muito mistério, o Galaxy Note 8 foi finalmente anunciado e colocado em fase de pré-venda. Mas quem achava que o histórico recente ruim da sul-coreana pudesse prejudicar as vendas se enganou. De acordo com o The Verge, a Samsung confirmou nesta sexta-feira (8) que o dispositivo bateu o recorde de pré-venda nos Estados Unidos, espantando de vez (ao menos por enquanto) a má impressão do seu antecessor.

Uma mão segurando um livroGalaxy Note 8 bateu o recorde de pré-venda nos Estados Unidos, informou a Samsung.

A companhia não revelou de forma específica quantos aparelhos foram negociados na pré-venda, mas é curioso notar que os US$ 930 pedidos pela Samsung para garantir o dispositivo é o valor mais caro já cobrado pela empresa. Apesar disso, entre o dia 24 de agosto e o 24 de setembro, respectivamente início e fim da pré-venda, os compradores podem escolher como brinde entre um Gear 360 e um kit de carregamento sem fio.

Anunciado oficialmente em 23 de agosto deste ano, o Galaxy Note 8 tem tela Super AMOLED de 6,3 polegadas, resolução 2960x1440 pixels, 6 GB de RAM, opções com até 256 GB para armazenamento interno e 3.300 mAh.

Cupons de desconto TecMundo: