O Moto E4 Plus faz parte da linha mais básica de smartphones intermediários que a Motorola lançou em 2017. A ideia da empresa aqui é trazer um aparelho que entrega um desempenho legal e funções interessantes por um preço que se encaixa no orçamento da maioria dos brasileiros.

Mas será que é isso mesmo que o dispositivo consegue entregar? Não exatamente, e a culpa principal é do desempenho dele – e não estou falando só no caso de games. É no uso básico que o celular da Motorola peca mais. Por outro lado, o E4 Plus tem uma bateria de fazer inveja em muitos top de linha. Quer saber mais? Então confira agora a nossa análise completa.

Fraco onde não deveria ser...

O E4 Plus vem com um processador MediaTek quad-core e 2 GB de RAM. Essa combinação é o suficiente para você conseguir usar boa parte dos aplicativos mais básicos, mas não dá para garantir que eles vão rodar lisinhos. É só navegar pela interface e pelos menus do próprio Android para ter uma sensação sutil de lentidão.

O aparelho consegue apps como Facebook e WhatsApp, mas de vez em quando dá para perceber algumas engasgadinhas de leve na hora de abrir o teclado e digitar algo, por exemplo. Como os problemas aparecem já no uso mais básico, seria de se esperar que a coisa piorasse na hora dos jogos. No entanto, não é isso o que acontece.

... e um pouco melhor onde não faz sentido ser

Games como Uncharted e Horizon Chase surpreenderam e rodaram sem problema algum e sem quedas de desempenho, o que me deixou perplexo. Até Mortal Kombat, que tem gráficos bem exigentes, só mostrava quedas de frames na hora dos golpes especiais, que têm mais efeitos visuais. Nesse ponto, tentei chutar o pau da barraca com Injustice 2, mas aí realmente já era demais para o Moto E4 Plus e o resultado foi bem ruim.

Ou seja, na hora dos jogos, você vai poder rodar bem alguns consideravelmente avançados, mas os mais pesados vão ficar fora do seu alcance mesmo assim. Em todo caso, mesmo que o dispositivo aguente bem os games mais pesados, isso não significa que ele tem espaço para eles.

O armazenamento é de apenas 16 GB, e mais de 5 GB desse total ficam ocupados pelo sistema e por aplicativos embarcados que não podem ser deletados. Dessa forma, por mais que dê para expandir o espaço para fotos e músicas com um cartão micro SD, não sobra muito para instalar apps pesados. Ou seja, era melhor se o aparelho tivesse um desempenho básico melhor do que na hora dos jogos.

Benchmarks

Para podermos comparar diretamente o desempenho do Moto E4 Plus ao de alguns concorrentes, o aparelho foi submetido a três aplicativos de benchmark. Os testes utilizados foram o 3D Mark (Ice Storm Unlimited), o AnTuTu Benchmark 6 e o Vellamo Mobile Benchmark (HTML5 e Metal).

O 3D Mark oferece vários testes para benchmark de smartphones. Entre eles, o Ice Storm Unlimited permite comparar processadores e GPUs. A resolução do display é um fator que pode afetar o resultado final. Aqui, quanto maior a pontuação, melhor o desempenho.

O AnTuTu 6 é um app que permite testar interface, CPU, GPU e memória RAM dos dispositivos. Os resultados são fornecidos individualmente e somados para gerar uma pontuação total. E aqui também vale a mesma máxima para os pontos: quanto mais, melhor.

O Vellamo Mobile Benchmark aplica dois testes aos smartphones: HTML5 e Metal. No primeiro, ele avalia o desempenho do celular durante o acesso de conteúdo na internet por meio de navegadores. Já no segundo, ele quantifica a performance do processador. Novamente, números maiores indicam resultados melhores.

Bateria de fazer inveja

Se o desempenho do Moto E4 Plus foi decepcionante, a bateria é uma história completamente diferente. O celular vem com nada menos de 5.000 mAh de capacidade e consegue fazer isso render muito bem – o que é surpreendente, já que os processadores da MediaTek têm fama de consumir energia de mais.

No nosso teste de estresse, com reprodução contínua de um vídeo no YouTube, com o brilho da tela no máximo, o E4 Plus conseguiu aguentar o suficiente para durar impressionantes 16 horas e 40 minutos antes de ficar sem carga. Esse é o melhor resultado que tivemos entre todos os smartphones que testamos em 2017.

No uso cotidiano, pegando o celular várias vezes por dia para checar redes sociais e responder mensagens, e até para jogar e ver alguns vídeos de vez em quando, a bateria aguenta dois dias inteiros sem recarregar. Ele só não é indicado para usuários mais intensivos por causa do desempenho fraco. Além disso, a recarga não é das mais rápidas: o E4 Plus leva exatamente três horas para ir de 0% a 100% com seu carregador via micro USB – nada de Type-C por aqui.

Design familiar

Indo agora para o design, o Moto E4 Plus segue um estilo muito parecido com o do seu irmão intermediário, o Moto G5 – tanto no estilo da frente quanto na traseira sem calombo para a câmera. A diferença mais perceptível é no tamanho, já que o E4 Plus tem uma tela maior. Em todo caso, o visual segue a linguagem padrão para os celulares atuais da Motorola, então você que vai ter que decidir se gosta ou não. Ele não chamou muito minha atenção, mas também não desagradou.

O E4 Plus é um aparelho relativamente pesado, mas tem uma pegada boa e se encaixa bem na mão. A traseira é em metal e não escorrega muito na mão. No entanto, caso ele deslize e acabe caindo no chão duro, então é bom você estar mentalmente preparado para alguns machucados na carcaça e na tela. No nosso caso, bastou um tombo para ele ficar com danos pequenos em ambos os lados.

Uma coisa curiosa no Moto E4 Plus é a tampa traseira. Você tem que fazer um pouco de força para a retirar e, assim, poder colocar os chips de operadora e um cartão micro SD. Mas por mais que dê para abrir a tampa, a bateria não é removível. Ela fica parafusada no lugar – e é melhor nem mexer para não correr o risco de estragar a garantia.

Tela agradável

A tela do Moto E4 Plus é IPS LCD, vem com 5,5 polegadas e tem resolução HD. Para esse tamanho todo, uma resolução Full HD seria bem-vinda, já que permitiria mostrar mais detalhes. Mesmo assim, do jeito que está o resultado é OK para quem não for muito exigente. O brilho é bom o bastante para você conseguir usar o celular em qualquer lugar.

A tela grande de 5,5 polegadas seria mais interessante se o E4 Plus tivesse resolução Full HD

As cores do display até me surpreenderam um pouco. Normalmente, um painel IPS LCD costuma ter tonalidades um pouco mais esbranquiçadas, e isso costuma me incomodar bastante. No entanto, no E4 Plus a Motorola conseguiu fazer um bom trabalho nesse quesito. O resultado ainda não é o mesmo de um AMOLED ou Super AMOLED, mas chega bem perto.

Fotos boas de dia e ruins de noite

Seguindo para as câmeras do Moto E4 Plus, a traseira tem 13 MP consegue fazer fotos com um resultado muito bom durante dias bem iluminados. As cores ficam legais e as fotos saem cheias de detalhes. A qualidade cai bastante em ambientes escuros, mas ainda dá para quebrar um galho em caso de necessidade.

Na câmera frontal, a história é bem parecida, mas um pouco pior. As selfies ficam boas em lugares com luzes fortes, mas no escuro acabam saindo bem ruinzinhas. O flash frontal ajuda a tornar as fotos pelo menos utilizáveis, mas não espere milagres no quesito qualidade. Nos vídeos, a resolução máxima é HD, então também não dá para esperar nada de espetacular por aqui.

Fotos tiradas com o Moto E4 Plus:

Android padrão

Sobre a interface, a Motorola manteve o seu padrão e trouxe um sistema bem próximo do Android Nougat puro para o Moto E4 Plus. Ele já vem com o estilo atualizado do Google Pixel, que troca o botão da gaveta de apps pelo gesto de deslizar o dedo de baixo para cima. Nesse sentido, quem está acostumado com a experiência padrão do sistema do robozinho verde não deve ter qualquer problema.

Além disso, o celular da Motorola também tem o leitor de digitais multifuncional que apareceu nos Moto G5 e G5 Plus e no Moto Z2 Play. Com isso, ele deixa você tirar os botões de navegação da tela se quiser e executar as funções deles com gestos no sensor biométrico, o que é bem legal.

Extras

Ainda sobre o sensor biométrico, é bom mencionar que ele funciona muito bem na hora de cadastrar e ler as suas digitais para desbloquear a tela. Ele não é tão ágil quanto nos irmãos mais caros do E4 Plus, mas isso não chega a incomodar.

O alto-falante tem vários pequenos problemas, mas pelo menos o E4 Plus vem com fone de ouvido

Sobre o áudio, o alto-falante tem um volume bom, mas distorce um pouco os sons nos volumes mais fortes. Além disso, a posição da caixa de som é ruim, ficando no canto da parte de baixo do celular. Normalmente, aqui eu diria para vocês que isso não é legal, porque é fácil de tampar com a mão na hora e ver vídeos em tela cheia, mas no E4 Plus acontece uma coisa engraçada.

Como a tampa traseira do celular não é selada, o som acaba vazando bastante mesmo quando você cobre a saída do alto-falante. Pelo menos o aparelho vem com um fone de ouvido básico na caixa, que tem um encaixe bom para se fixar dentro do ouvido e tem até borrachinhas de reserva.

Antes de encerrar, é bom falar que o Moto E4 Plus vem com espaços separados para dois chips SIM e para o cartão micro SD. Dessa forma, dá para usar dois números de celular e expandir a memória ao mesmo tempo, sem problema.

Vale a pena?

A Motorola lançou o Moto E4 Plus aqui no Brasil com o preço oficial de R$ 949, mas agora já baixou para R$ 899. Mesmo assim, o celular acaba não valendo muito a pena. Pagando só R$ 100 a mais, você pode comprar o próprio Moto G5 da empresa, que tem um desempenho muito melhor e mais algumas vantagens.

A única situação em que o E4 Plus seria mais indicado é para quem realmente não se importa com o desempenho mais fraco e faz questão de uma bateria que dure mais de um dia. É só nesse caso que o Moto E4 Plus seria a melhor escolha – e, mesmo assim, eu ainda preferiria comprar um Moto Z Play, que também tem uma bateria excelente.

Selecione outro aparelho e compare
Versão do Sistema OperacionalAndroid 7.1.1 Nougat
Tipo de TelaIPS LCD com 16 milhões de cores
Tamanho de Tela5.5 polegadas
Resolução de Tela1280 X 720 pixels
ChipsetMediaTek MT6737 Cortex-A53
Memória RAM2 GB
Armazenamento Interno16 GB
Cartão de MemóriaMicroSD, expansível até 128 GB
Câmera Traseira13 MP, resolução máxima de 4160 x 3120 pixel
Capacidade de Bateria5000 mAh
comparar mais produtos →

-----

E aí, o que você achou do celular? Mande a sua opinião e qualquer dúvida que tiver sobrado nos comentários abaixo, que eu respondo assim que puder. E quem quiser comprar o Moto E4 Plus com um preço bacana só precisa dar uma olhada nos links a seguir para encontrar o smartphone com desconto.

Opções de compra

Melhores ofertas do Motorola Moto G5:

Melhores ofertas do Motorola Moto E4 Plus:

Cupons de desconto TecMundo: