O PRO 6 Plus é um smartphone de ponta lançado pela fabricante chinês Meizu no ano passado e que a Vi trouxe recentemente aqui para o nosso país. O aparelho vem com especificações muito parecidas com as do top de linha de 2017 da Samsung, o Galaxy S7. Mas por mais que os detalhes internos pareçam praticamente idênticos, isso não quer dizer que os dois celulares funcionam exatamente do mesmo jeito.

Com isso em mente, nós observamos os aspectos mais importantes de ambos os dispositivos para poder mostrar tudo o que eles têm de diferente entre si. Se você está querendo saber exatamente o que muda de um para o outro, então acompanhe o nosso comparativo dos principais pontos do Meizu PRO 6 Plus e do Galaxy S7.

Design: ambos são bonitos, mas...

Olhando os aparelhos de frente, podemos notar muitas semelhanças no design dos dois. Ambos têm vidro com bordas arredondadas e sensor de digital no mesmo formato e posição. A primeira diferença perceptível é nas dimensões, com o Meizu apresentando um corpo bem maior e um pouco mais fino. Já na traseira, os dois aparelhos são bem diferentes, com o S7 apostando novamente no vidro enquanto o chinês tem metal escovado.

Visualmente, ambos são aparelhos elegantes e capazes de agradar pessoas com gostos parecidos – somente na versão Edge o S7 chamaria mais atenção. O problema do Samsung aqui está no fato de a sua traseira de vidro ser mais escorregadia e sofrer danos com mais facilidade do que o metal do PRO 6 Plus. Os dois ainda podem ter a tela rachada em caso de queda, mas, pelo menos na parte de trás do smartphone chinês, isso não é uma preocupação.

Tela: vantagem do tamanho maior

Ambos os dispositivos vêm com painéis Super AMOLED e resolução Quad HD em suas telas, mas as 5,7 polegadas do Meizu geram imagens bem maiores que as 5,1 polegadas do S7. Os dois têm ótimos níveis de brilho, contraste e cores, mas as dimensões permitem que o PRO 6 Plus ofereça uma experiência um pouco melhor na hora de ver vídeos. Por mais que o Samsung tenha uma densidade de pixels maior, a diferença não é grande o suficiente para realmente ser percebida de imediato.

Desempenho: S7 vira o jogo

Se até aqui o PRO 6 Plus parecia estar saindo um pouco na frente, é nesse ponto que o S7 retoma a liderança. Por mais que os dois usem o mesmo modelo de processador, o smartphone da Samsung vem com um clock um pouco maior. Isso não deveria fazer muita diferença no resultado final – e realmente os dois conseguem aguentar o Android e aplicativos comuns sem problemas –, mas, no fim das contas, o poder extra do S7 ajuda na hora de rodar jogos pesados.

Enquanto o Samsung aguentou sem problemas todos os games que rodamos nele, o PRO 6 Plus encrencou com alguns deles e apresentou engasgos. Isso sem falar no caso de alguns títulos que simplesmente não rodaram como deveriam, como Mortal Kombat e Injustice. Além disso, por mais que os dois venham com 64 GB de armazenamento, só o S7 tem espaço para cartão micro SD.

Interface: caminhos bem diferentes

O Galaxy S7 foi lançado originalmente com a clássica TouchWiz da Samsung, mas a atualização recente para o Android 7.0 Nougat veio com a evolução dessa interface, conhecida como Grace UX. A novidade também deu as caras no S8 e traz um visual bem mais minimalista, levando a experiência de uso mais para perto do sistema puro da Google e tornando a utilização mais fluida. Mesmo assim, o software ainda traz várias modificações da empresa coreana, então gregos e troianos têm motivos para curtir a interface.

A Flyme do Meizu PRO 6 Plus segue na direção oposta com a sua variante do Android. A bandeja de notificações e os ícones de atalho para configurações lembram bastante a TouchWiz antiga, mas o resto é bem diferente. A empresa chinesa escolheu não incluir uma gaveta de aplicativos e eliminou os tradicionais botões de navegação da plataforma da Google, que foram substituídos por gestos que exigem alguma prática, mas são legais depois que você se acostuma. Mesmo assim, o fato de a base do sistema ainda ser o Android 6.0 Marshmallow é um ponto negativo.

Câmeras: mais uma vitória para o Galaxy

Por mais que os dois celulares tenham sensores com a mesma quantidade de megapixels e que ambos consigam fazer ótimas fotos com a câmera traseira tanto de dia quanto de noite, o Galaxy S7 também vence aqui. A abertura da lente e o tamanho do sensor são maiores no Samsung, o que permite que mais luz seja capturada e favorece bastante as imagens, especialmente as noturnas. Além disso, o S7 tem um ótimo processamento fotográfico.

Não entendam mal: o PRO 6 Plus consegue fazer fotos ótimas de dia e também tem boa qualidade de noite e conta com a ajuda do seu flash dual-tone com 10 LEDs. Mesmo assim, o S7 acaba saindo na frente. Para as selfies vale a mesma coisa: por mais que os dois aparelhos consigam fazer boas imagens de dia, mas não tão boas de noite, o resultado acaba saindo menos granulado no Samsung. A história se repete nos vídeos 4K, que ficam melhores no Galaxy.

Fotos tiradas com o Meizu PRO 6 Plus:

Fotos tiradas com o Samsung Galaxy S7:

Bateria: empate técnico

No quesito duração da bateria, temos um empate técnico. Por mais que o Meizu PRO 6 Plus tenha reservas maiores de energia, os dois aparelhos acabam aguentando um pouco menos de um dia e meio fora da tomada, com uso moderado.

Quem utiliza o celular de forma mais intensiva deve conseguir fazer ambos durarem até anoitecer, mas é provável que se maneirarem só um pouco e usarem os modos de economia de energia. Por fim, a recarga rápida também faz os dois celulares irem de zero a 100% de bateria em uma hora e meia.

Preço: pouca diferença na prática

O preço oficial que a Vi determinou para o Meizu PRO 6 Plus aqui no Brasil é de R$ 2.199. A Samsung, por outro lado, vende o S7 oficialmente por valores um pouco acima dos R$ 2,8 mil em seu modelo de 64 GB. No entanto, isso não quer dizer que a vitória do celular chinês está garantida.

A variante de 32 GB do Galaxy S7 pode facilmente ser encontrada em varejistas pelos mesmos R$ 2.199 do Meizu ou até por menos que isso. Com esse armazenamento, o Samsung ainda oferece um bom espaço para o que for essencial, e a diferença pode ser compensada com um cartão micro SD, o que o PRO 6 Plus não permite. Levando isso em consideração, as vantagens do S7 em desempenho e câmera acabam fazendo com que ele seja a opção mais atraente, pelo menos para usuários mais intensivos e exigentes.

-----

Mas e você, o que achou dos aparelhos? Deixe a sua opinião nos comentários abaixo e, se estiver interessado em um deles, é só conferir os links a seguir para encontrar descontos legais.

Opções de compra

Melhores ofertas do Samsung Galaxy S7:

Melhores ofertas do Meizu PRO 6 Plus

Com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento:

Com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento:

Errata: por questões técnicas, nossas imagens do Galaxy S7 foram perdidas. Por esse motivo, utilizamos o S7 Edge nas fotos e vídeo dessa análise. No entanto, ressaltamos que o comparativo foi feito com a variante normal do smartphone da Samsung, não com o modelo Edge.

Cupons de desconto TecMundo: