(Fonte da imagem: SunbeamTech)

O bom e velho HD (hard drive, ou disco rígido) é um dos componentes que fazem parte dos computadores pessoais desde que foram inventados. E não por acaso, já que ainda é o meio de armazenamento de dados com maior custo-benefício.

E como todos os outros componentes ativos, HDs também produzem calor durante o funcionamento, sendo que esta temperatura varia conforme a carga de trabalho. Mas será que devemos mesmo utilizar coolers para tentar evitar este aquecimento?

Por que esquentam?

O desempenho e a capacidade dos HDs mudaram muito desde que foram inseridos no mercado de PCs, no início dos anos 80, mas a arquitetura continua a mesma: milhões de clusters magnéticos dispostos sobre discos de metais. O processo de ler/gravar bits é feito por cabeças de gravação que alteram a polaridade de cada um dos clusters, tudo controlado por circuitos lógicos.

Um disco rígido possui muitas partes mecânicas que se movimentam, além dos discos que estão sempre girando a velocidades próximas de 7200rpm na maioria dos HDs comuns. Toda esta movimentação é a principal causa do calor gerado, além da placa lógica que também esquenta durante o funcionamento.

Os fabricantes determinam que a temperatura segura de funcionamento de HDs fica entre 35 e 50 graus Celsius. É possível medir a temperatura de seus discos rígidos usando softwares como o HDD Temperature, ou mesmo apontando um termômetro diretamente para o hardware.

Dissipando o calor

Se seu HD estiver funcionando normalmente e bem parafusado ao gabinete, apenas o contato físico com a estrutura metálica pode ser o suficiente para dissipar o calor, permitindo que seu disco rígido trabalhe em temperaturas próximas do mínimo recomendado (35° C).

Mas não é só com o HD que devemos nos preocupar. Mesmo que esteja dentro do recomendado, o calor gerado pelo disco rígido contribui para o aquecimento do computador como um todo, deixando a temperatura no interior do gabinete indesejavelmente maior. Neste caso, o uso de outros meios para arrefecer a máquina podem ser bem-vindos, mas com alguns detalhes.

Cooler ativo

(Fonte da imagem: SunbeamTech)

Coolers com ventoinhas projetados especialmente para HDs podem ser facilmente encontrados em lojas de informática, com preços que variam entre R$ 10,00 até R$150,00. Estes componentes são fixados diretamente na parte inferior do disco rígido e podem baixar a temperatura em até 10°.

Porém, este tipo de solução traz alguns malefícios. O primeiro é o excesso de umidade direcionado à placa lógica, já que as ventoinhas fazem o ar circular diretamente abaixo do HD, contribuindo com a corrosão. Isso é ainda mais problemático em cidades litorâneas.

O segundo se dá pelo fato de que discos rígidos são extremamente sensíveis a vibrações, e podem ser danificados por ventoinhas que vibram em excesso (principalmente as mais baratas). Além disso, mais ventiladores em seu gabinete significa mais ruído.

Cooler frontal do gabinete

(Fonte da imagem: DVhardware)

Uma forma prática e eficiente de esfriar o disco rígido é usando uma ventoinha instalada na parte frontal do gabinete. Em computadores bem projetados, esse fan (ventilador) não transmite vibrações pela máquina.

Além disso, o mesmo cooler pode resfriar mais de um HD ao mesmo tempo sem soprar ar diretamente na placa lógica. Vale lembrar também que coolers de gabinete produzem menos ruído, já que são maiores e de baixa rotação.

Cooler passivo

(Fonte da imagem: Overclock3D)

Assim como o cooler ativo, este componente é instalado diretamente no HD com o objetivo de resfria-lo, mas sem fazer o uso de nenhuma ventoinha. O arrefecimento fica por conta de dissipadores de metal presos diretamente na carcaça do hardware.

O desempenho destes coolers é tão bom quanto o daqueles que usam ventiladores, são silenciosos e não precisam ser alimentados pela fonte. Em contrapartida, dissipadores passivos são grandes, obrigando que o HD esteja instalado na baia destinada ao CD-ROM, além de serem mais caros.

Conclusão

Em circunstâncias normais, em que seu disco rígido esteja bem preso ao gabinete e funcionando normalmente, não se faz necessário o uso de qualquer solução para a temperatura do HD, já que esta não chega a ser um problema.

Agora, caso queira diminuir a temperatura de seu gabinete como um todo e aumentar a vida útil de seu hardware, instalar coolers adicionais pode sim ser uma boa ideia. O método a ser usado depende do quanto queira gastar e da disponibilidade de espaço em seu gabinete.

Se for mesmo fazer o uso de coolers, prefira os sem ventiladores (passivos), já que são silenciosos, e principalmente, não oferecem riscos aos seus dados. Caso queira gastar menos, a ventoinha frontal do gabinete é a segunda melhor opção. Use coolers ativos instalados no HD somente em último caso.

Cupons de desconto TecMundo: