A capacidade de armazenamento dos discos rígidos atuais espanta, mas sabemos que em alguns anos, com o aumento da qualidade e do peso dos arquivos, provavelmente ocuparemos os atuais 2TB com certa facilidade. Provavelmente também teremos novas tecnologias para aumentar essa capacidade. Uma delas, já anunciada pela Hitachi, pretende colocar até 10TB em um único disco rígido.

A empresa tornará isso possível graças à evolução de um sistema chamado de gravação magnética perpendicular, que utiliza um feixe de luz de 20 nanômetros, capaz de aquecer o disco enquanto a cabeça magnética grava os dados.

Essa tecnologia é chamada de gravação termicamente assistida e será capaz de escrever cerca de 2.5TB por polegada quadrada. O valor impressiona em capacidade e é cinco vezes maior do que os melhores discos rígidos atuais.

Ao fazer uso da tecnologia de gravação térmica, os grãos magnéticos podem ser inseridos em menos espaço. Como o nome deixa a entender, a assistência magnética mantém o disco em uma determinada temperatura, ideal para que o processo ocorra.

Ainda não há informações precisas quanto à chegada da tecnologia no mercado. Por enquanto teremos aumentos menos substanciais em armazenamento, como 3 ou 4TB. Segundo a própria Hitachi, talvez seja necessário desenvolver uma tecnologia superior à de gravação perpendicular, com preços ainda não previstos.

Cupons de desconto TecMundo: