(Fonte da imagem: Reprodução/ThinkStock)

A Seagate demonstrou na última terça-feira (20 de março) uma nova tecnologia que promete aumentar de forma significativa a capacidade dos discos rígidos usados em computadores convencionais. Através de uma técnica batizada como Heat-Assisted Magnetic Recording (Gravação Magnética Auxiliada pelo Calor, HAMR), a empresa aquece os dispositivos antes de gravar os dados — o resultado é a possibilidade de gravar até 1 terabit de dados em uma área de somente uma polegada quadrada.

Em seu estágio atual de desenvolvimento, a tecnologia já permitiria a criação de HDs de 3,5 polegadas com 6 TB de capacidade. Além disso, seria possível dobrar o espaço oferecido nas unidades de armazenamento de notebooks, atualmente restritos a guardar um máximo de 1 TB de informações.

Segundo a Seagate, a gravação de 1 terabit por polegada quadrada é somente um ponto de partida — em teoria, a técnica poderia ser empregada no desenvolvimento de discos rígidos de até 60 TB com 5 ou 10 terabits por polegada quadrada.

A empresa afirma que os novos aparelhos baseados na técnica vão estar disponíveis “ainda nesta década”, sem dar qualquer previsão mais precisa de quando isso deve acontecer. Além disso, devido à novidade da tecnologia, ainda é muito cedo para tentar adivinhar o preço que será cobrado pelos novos HDs.

Cupons de desconto TecMundo: