O cuidado que temos com nossos ricos equipamentos é constante, ainda mais aqui, no Brasil, em que tudo de tecnologia é simplesmente caro. O superaquecimento sempre foi um de nossos maiores temores, seja em um video game, um notebook, uma CPU. Mas um estudo realizado pela universidade norte-americana de Rutgers em parceria com a GoDaddy e a Microsoft apontou que o maior inimigo de um disco rígido é, na verdade, a umidade.

A equipe responsável pela pesquisa indicou que, em um potencial contexto com elementos que apresentem risco a um HD, os efeitos foram mais agudos quando o nível de umidade subiu. O número é assustador: cerca de 89% das falhas detectadas em um equipamento ocorrem por causa de problemas com o HD.

O estudo observa que os grandes data centers hoje concentram 10% a 20% de sua energia em tarefas como resfriamento e outras que não envolvam processamento de dados. Os testes foram conduzidos em mais de um milhão de drives em nove data centers da Microsoft por um período de quase quatro anos. As falhas relacionadas à umidade foram tantas que, segundo os pesquisadores, é possível apontar quais aparelhos tinham controles de umidade e quais não tinham ao se observar mecanismos simples responsáveis pelo gerenciamento dessa informação.

Mas... Como?

Uma das conclusões do grupo é que data centers alocados em regiões nas quais os níveis de umidade são altos sofrem mais efeitos. Outra descoberta interessante do estudo é que o posicionamento dos drives em regiões quentes que fiquem atrás do servidor apresenta um quadro positivo.

Umidade é um dos maiores inimigos do HD: você sabia dessa?

O que fazer?

Os pesquisadores apontaram que, em alguns casos, pode ser mais barato trocar o seu drive do que simplesmente gastar uma montanha de dinheiro em formas de protegê-lo. Portanto, se você optar por permitir que o HD seja destruído e então substituí-lo, lembre-se de que existe a necessidade de um gerenciamento mais agressivo de redundância de dados.

Outra dica básica é manter o seu ambiente arejado. Deixe o equipamento respirar e não o enfurne em racks apertados. Superfícies de madeira podem ser perigosas, dependendo da temperatura. Quanto mais vento circular pelo ambiente, melhor – e isso serve tanto para a questão da umidade quanto para a do superaquecimento.

Você sabia que a umidade apresentava todo esse perigo para um disco rígido? Comente no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: