Quanto é razoável gastar com a sua higiene bucal? Ou, mais especificamente, com a sua escova de dente? Particularmente, reconheço que qualquer coisa que chegue perigosamente perto dos R$ 10 começa a me pesar na consciência. Bem, mas o que dizer então da bela haste com cerdas da imagem acima? São US$ 4 mil que você terá refletidos no espelho sempre que for, despretensiosamente, tirar o que sobrou da última refeição entre os dentes.

Faça aí as contas: são aproximadamente seis iPhones 6 e meio ou algo em torno de 1 mil escovas de dente, digamos, normais. Para ser mais preciso, é preciso desembolsar US$ 4.320 para adquirir uma Reinast Luxury Toothbrush, um projeto de quatro anos do Dr. Djorde Djokovic. Projeto que envolveu, basicamente, duas metas.

“Nós quisemos criar algo que fosse único em design e beleza — algo que ainda não existisse”, disse o Dr. Djokovic em entrevista ao site Gizmodo, ocasião em que garantiu que o feedback dos seus clientes tem sido eminentemente positivo. “Nós realmente acreditamos que conseguimos alcançar isso.”

Precisava ser durável e luxuoso

De fato, a bela estrutura sinuosa, inteiramente forjada em titânio, tem sua elegância. Mas havia ainda o segundo objetivo. “Adicionalmente, nós quisemos criar algo que pudesse durar, em vez do tipo de produto que é jogado fora após algum tempo”, disse Djokovic ao referido site.

Ele continua: “Escovas de dente são jogadas fora o tempo todo. Nós quisemos criar algo que fosse, simultaneamente, durável e luxuoso, além de ser também funcional. Essas eram as metas que tínhamos em mente”.

Não obstante, antes de selecionar o titânio, também a madeira foi considerada. “Quando nós começamos, a ideia era integrar a madeira ao produto, mas isso se mostrou tecnicamente quase impossível, já que ele não é simétrico.” Djokovic afirma que alguns dos melhores artesãos em madeira foram chamados — os quais atestaram a inviabilidade do projeto.

“Lembranças do Egito Antigo”

É verdade que o formato da Reinast Luxury Toothbrush parece apenas algo forjado por um designer um tanto excêntrico. Bem, embora esse possa ser, em parte, o caso, o Dr. Djokovic diz que a estrutura teve como inspiração os ramos miswak. Trata-se de um artefato bastante comum no Egito Antigo, sendo uma das primeiras ferramentas utilizadas pelo homem para a higiene bucal.

Um público específico

Caso a ideia de pagar US$ 4 mil em uma escova de dente tenha lhe parecido francamente questionável, então há uma grande probabilidade de que você não se encontre no estrato socioeconômico ao qual se destina a Reinast Luxury Toothbrush. Em outras palavras, trata-se de algo luxuoso para pessoas realmente abastadas — basta se lembrar do clichê hollywoodiano do sujeito acendendo um charuto com uma nota de US$ 100... Ou algo assim.

Embora Djokovic não divulgue os nomes dos seus clientes, ele garante que há pelo menos um pedido de várias dúzias de Reinast Luxury por parte de um sultão do Oriente Médio — ao que parece, o sujeito pretende distribuir como presentes. Enfim, certamente há um mercado, por mais “re$tritivo” que seja.

“O tipo de cliente que nós temos em mente — e para o qual estamos atualmente vendendo — é aquele com posses bastante altas”, diz Djokovic. “São pessoas que tem seus próprios iates, pessoas que possuem jatos particulares — pessoas que podem gastar semelhante quantia em um produto que considerem belo e que seja exclusivo.”

As cerdas precisam ser trocadas

Diferentemente de sua haste, as cerdas da Reinast Luxury duram exatamente o mesmo que de uma boa escova de dente encontrada em farmácias e supermercados. Pelos US$ 4 mil, entretanto, o proprietário garante três anos de refis — que encaixam e desencaixam do topo da estrutura. Passado o período, a Reinast inclui planos de suporte para cinco anos (US$ 400), para sete anos (US$ 800) e para 11 anos (US$ 1,6 mil).

Ok, talvez coubesse alguma discussão sobre o dinheiro empenhado em algo tão trivial (embora indispensável) quanto a manutenção da higiene bucal. Entretanto, em uma era orientada ao consumo e à busca do exclusivo — muitas vezes a despeito da funcionalidade —, talvez não seja tão estranho assim gastar 4 mil dólares em uma escova de dente, hein? Enfim. 

Cupons de desconto TecMundo: