Quando se pensa em aparelhos para exercícios físicos, logo a imagem de um trambolho de metal vem à mente. E as academias de ginástica que o digam. Equipamentos que ocupam espaços generosos nas salas abafadas ganham ainda mais curvas se têm sua imagem refletida por espelhos gigantes – tão comuns nesses recintos.

Mas essa mania de engrandecer as coisas com o emprego de hastes longas de metal ou através do simples refletir das formas parece estar caindo em desuso. Diversos equipamentos de ginástica destinados ao uso caseiro têm sido criados; hoje, é possível guardar debaixo da cama um dispositivo capaz de se transformar em uma “central completa de exercícios”.

Mas e o que pensar de um aparelho que, além de desempenhar a função de fazer você suar, combina conceitos estéticos contemporâneos e funciona até como peça de decoração? Essa foi a ideia do designer italiano Luca Schiepatti, criador da Ciclotte.Ampliar“Apenas o essencial para o uso imediato e simples do aparelho”. (Fonte da imagem: Ciclotte)
“O grande círculo com chifres” tem ganhado fama mundial não só por ser uma "bicicleta ergométrica de uma roda só" portátil e elegante; a invenção pode ser uma das precursoras de conceitos totalmente novos na área do design.

Equilíbrio e dinamismo

A Ciclotte surgiu a partir da necessidade de incluir no cotidiano das pessoas um design expressivo e ao mesmo tempo dinâmico. Hoje, com a conversão generalizada das coisas, quanto mais praticidade e elegância em um só aparelho melhor. Desta forma, os ambientes de trabalho, de lazer e de descanso tendem também a se fundir – e esse foi exatamente o conceito que guiou o desenvolvimento da Ciclotte.Ampliar"O grande círculo com chifres" incorpora conceitos contemporâneos de design. (Fonte da imagem: Ciclotte)
O design deste acessório foi inspirado por um projeto sobre mobilidade urbana, idealizado outra vez pelo designer Schiepatti, chamado Ciclò (uma "bicicleta" monoroda, agora parte da exposição permanente do Triennale Design Museum). A ideia primordial era congregar em um único aparelho nada além do essencial para o seu uso simples e rápido; “apenas o essencial” acabou se transformando no conceito da Ciclotte.

Características

Construída a partir de uma liga feita de fibras de vidro, carbono e metal, a "bicicleta" tem a capacidade de se adequar a praticamente qualquer ambiente. Pesando 55 quilos, ela possui 113,4 cm de altura, 112,2 cm de largura e 54 cm de espessura. A transmissão epicicloidal (que permite uma mudança suave de marchas sem “machucar” as engrenagens) conta com um sistema duplo de satélites, e os pedais da "bicicleta" executam movimentos centrados em um eixo fixo.

Um display touchscreen, localizado no ponto superior do “grande círculo”, permite a regulagem de até 12 níveis de resistência. A roda pesa 5 quilos, e a Ciclotte pode suportar em seu celim um atleta de até 130 quilos (os pedais, o selim e os “chifres” são todos reguláveis). A patente do design do modelo pertence à European Community Ornamental Model; o sistema de transmissão é propriedade do Italian Patent.

Produção e distribuição

A Ciclotte é produzida de modo manufaturado pelo Lamiflex Group, uma empresa que atua há mais de 30 anos no setor de desenvolvimento de metais de alta tecnologia. A distribuição do produto é feita pelo mundo todo; China, Índia, Londres, Paris, Japão, Canadá e Espanha são algumas das regiões que recebem as unidades deste tão revolucionário e inovador acessório. O preço da "bicicleta" sem personalizações fica em € 7.400,00 (cerca de R$ 19.970,00).

Cupons de desconto TecMundo: