Nos últimos tempos você viu retornarem ao mercado vários modelos de computadores tudo em um e inclusive aqui no portal Baixaki esse já foi o tema de uma galeria de imagem (clique aqui para acessar).

Esses PCs são práticos e ocupam pouco espaço, afinal, todos seus componentes são acoplados ao monitor. Outros equipamentos que ocupam pouco espaço são os notebooks/netbooks, muito mais populares no Brasil que os PCs tudo em um.

Se você achava que já tinha visto de tudo, se enganou, pois agora você vai conhecer um computador que não utiliza monitor e nem teclado físico. É o Froot, um computador conceitual desenvolvido pela designer industrial mexicana Paulina Carlos e que venceu um concurso de sustentabilidade patrocinado pela Dell.

Sem monitor nem teclado

No “gabinete” do Froot é onde está o seu grande segredo. Ele funciona como um projetor, ou seja, o monitor pode ser uma parede. Isso mesmo, o computador transmite as imagens, que podem ser reproduzidas em paredes ou em qualquer outra superfície em que isso for possível.

Froot: PC sem monitor e teclado físico / Foto: Paulina Carlos

“Mas e o teclado?” você deve estar se perguntando. O teclado funciona basicamente do mesmo modo, pois ele é projetado na superfície sobre a qual se apoia o computador. Isso significa que ele também é projeção de imagem, contudo, diferentemente do “monitor”, a tecnologia (algo semelhante ao Light Touch) do teclado permite a interação do usuário.

Saiba mais sobre esta tecnologia no artigo Light Touch inova o conceito de interação com o teclado.

Computador amigo da natureza

Além de dispensar os materiais que seriam utilizados na construção de um monitor e de um teclado, o Froot é construído basicamente com polímeros oriundos de material biodegradável, ou seja, caso alguma de suas partes seja dispensada na natureza, será degradadas rapidamente e não causará danos ambientais. Este é um PC verde!

Projeções para monitor e teclado / Foto: Paulina Carlos (clique para ampliar)

Projeções para monitor e teclado / Foto: Paulina Carlos (clique para ampliar)

Prós e contras

São vários os prós do Froot. Sua praticidade é evidente, pois ele dispensa teclado e monitor, ou seja, ocupará menos espaço em uma mesa. Além disso, pelo seu tamanho, ele pode ser guardado em uma gaveta ou transportado em uma pasta sem o menor problema. A questão ambiental também conta muito, pois além de utilizar pouco material para sua construção, sua matéria-prima é biodegradável.

Dell Froots / Foto: Paulina Carlos

Contudo, existem alguns contras que merecem ser destacados. Não se inclui neste computador um mouse (nem um touchpad, como em notebooks), o que torna a navegação um pouco mais complicada – e impossível em alguns casos.Além disso, pelo fato de funcionar com projeções, o Froot demanda parede e mesa branca para as projeções de seu monitor e teclado. Isso significa que em parede ou mesa escura, ele se torna inútil.

Como é um aparelho conceitual, o Froot não está sendo fabricado e muito menos tem previsão de chegada ao mercado. Porém, não será nada espantoso se daqui alguns anos aparelhos semelhantes comecem a surgir por aí, afinal, é uma ideia que pode ser muito bem aproveitada pelos gurus da informática mundo afora.

E você, usuário, acredita que um dia veremos computadores como o Froot nas prateleiras das lojas? Você compraria um Froot? Acredita que ele precisa de alguma modificação? Registre sua opinião!

Cupons de desconto TecMundo: